Produtividade e esverdeamento pós-colheita de tubérculos de cultivares de batata produzidos na safra de inverno

Adalton Mazetti Fernandes, Rogério Peres Soratto, Regina Marta Evangelista, Beatrice Luciana Silva, Genivaldo David de Souza-Schlick

Resumo


Cultivares de batata com bom desempenho produtivo e cujos tubérculos sejam resistentes ao esverdeamento, são de grande importância econômica para o setor produtivo. Objetivou-se com esse trabalho avaliar a produtividade, a classificação, o teor de proteína e a resistência ao esverdeamento pós-colheita de tubérculos de cultivares de batata, produzidos na safra de inverno. O experimento foi conduzido durante a safra de inverno de 2008, no município de Itaí, SP. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos consistiram de cinco cultivares de batata (Ágata, Asterix, Atlantic, Markies e Mondial). Foram avaliados: produtividade, classificação pelo diâmetro transversal, peso médio, teor de proteína e esverdeamento dos tubérculos. As cultivares Mondial, Asterix e Ágata apresentaram maior produtividade total e comercial de tubérculos. A cultivar Mondial apresentou maior produtividade de tubérculos graúdos. A cultivar Atlantic apresentou menor produtividade de tubérculos, porém, com alta porcentagem de tubérculos comercializáveis. As cultivares Markies, Atlantic e Asterix apresentaram maior teor de proteínas nos tubérculos. A cultivar Markies apresentou menor suscetibilidade ao esverdeamento na fase inicial de armazenamento. A cultivar Asterix apresentou maior intensidade de esverdeamento dos tubérculos.


Palavras-chave


Solanum tuberosum; Produção de tubérculos; Distúrbio fisiológico; Qualidade pós-colheita

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.