Aptidão agroclimática do pinhão manso na região de Tangará da Serra, MT

Rivanildo Dallacort, Juliano Araujo Martins, Miriam Hiroko Inoue, Paulo Sérgio Lourenço de Freitas, Willian Krause

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi determinar a aptidão agroclimática da cultura do pinhão manso (Jatropha curcas) na região de Tangará da Serra. Utilizaram-se históricos de dados diários de precipitação e temperatura do ar, disponibilizados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e Agência Nacional de Águas (ANA), analisando-os conforme as exigências climáticas da cultura. A região em estudo demonstrou características favoráveis ao desenvolvimento do pinhão manso, com precipitação média anual variando de 1.260,1 mm a 1.815,5 mm e temperatura média entre 24,4 °C e 26,1 °C. A temperatura média mensal encontra-se nos níveis ideais da cultura, mas o regime pluviométrico mensal indica períodos longos de baixos níveis de precipitação, principalmente durante os meses de junho, julho e agosto, com média inferior a 30 mm. De modo geral a região em estudo é classificada com aptidão plena para o cultivo do pinhão manso, no entanto, a utilização de tecnologias de irrigação pode maximizar a produtividade, uma vez que o regime hídrico é um elemento climático limitante em alguns períodos do ano.


Palavras-chave


Jatropha curcas; Aptidão agrícola; Clima

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.