Identificação de genótipos de arroz para terras altas na Região Baixo Parnaíba Maranhense

Ricardo Gonçalves Silva, Emmanuel Arnhold, Clemilton Alves da Silva, Francisco Charles dos Santos Silva, Ricardo de Normandes Valadares

Resumo


Com o objetivo de identificar genótipos superiores, foram instalados dois experimentos com 16 genótipos, cada, visando à recomendação de cultivares de arroz de terras altas para os agricultores da Região do Baixo Parnaíba Maranhense. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro repetições. A parcela experimental foi constituída por seis linhas de 5,0 m de comprimento, espaçadas de 0,45 m, com uma densidade de 60 sementes por metro linear. Como área útil foram aproveitadas as quatro linhas centrais, onde foi avaliado o peso de grãos por parcela. O trabalho permitiu concluir que: os genótipos de arroz avaliados possuem elevada variabilidade genética, revelando uma excelente fonte de germoplasma; a interação genótipos e ambientes não foi significativa indicando que o comportamento dos genótipos foi invariante nos locais; e os genótipos INT 231, INT 223, SBT 70 e Sertaneja são promissores para a recomendação de cultivo na Região do Baixo Parnaíba Maranhense.

Palavras-chave


Seleção; Parâmetros genéticos; Rendimento de grãos.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.