Estimativa da área foliar da batateira, cultivar Atlantic, utilizando dimensões lineares

Camilo Busato, Paulo Cezar Rezende Fontes, Heder Braun, Cristiani Campos Martins Busato

Resumo


Objetivou-se com este trabalho estabelecer modelos matemáticos mais apropriados para estimar a área foliar da cultivar de batata Atlantic, utilizando-se o comprimento (C) e a largura (L) da folha. As avaliações foram realizadas em 270 folhas coletadas aleatoriamente no campo de produção da Universidade Federal de Viçosa, em duas épocas, aos 21 e 50 dias após a emergência das plantas. Em laboratório, foram mensurados o comprimento e a largura das folhas, além da área foliar por um integrador de área foliar. Os dados obtidos foram submetidos à análise de regressão, sendo a AF considerada como uma variável dependente, e o C, a L, o produto do C pela L (CL) e o quadrado do produto do C pela L (CL)2 como sendo variáveis independentes. A área foliar foi estimada com maior precisão usando as medidas de comprimento e largura, sendo: AF = 0,369335**CL + 10,6923 (R2 = 0,92), aos 21 DAE e AF = 0,470971**CL – 16,3432 (R2 = 0,86), aos 50 DAE. Com os modelos propostos, a área foliar da batateira, cultivar Atlantic, pode ser estimada com as medidas de comprimento e largura obtidas diretamente no campo, em tempo real, de forma rápida e sem a necessidade de destruir as folhas e plantas.


Palavras-chave


Batata; Análise foliar; Métodos matemáticos

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.