Potencial fisiológico de sementes de feijão caupi produzidas em duas regiões do Estado do Ceará.

Elizita Maria Teófilo, Alek Sandro Dutra, João Bosco Pitimbeira, Francisco Tiago Cunha Dias, Felipe de Sousa Barbosa

Resumo


A avaliação da qualidade de sementes tem sido fundamental dentro de programas de controle de qualidade. O presente trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a qualidade fisiológica das sementes de feijão caupi, produzidas em duas regiões do Estado do Ceará. Foram utilizadas sementes das cultivares Aparecido, Epace-10, BRS Marataoã, Patativa, Paulistinha, Pingo de Ouro, BRS rouxinol, Sempre Verde e Setentão. Essas sementes foram produzidas nos municípios cearenses de Pentecoste e Quixadá, no ano agrícola de 2006. Foram realizados os testes de germinação, primeira contagem de germinação, emergência de plântulas, índice de velocidade de emergência e peso seco da parte aérea. As sementes produzidas em Pentecoste apresentam melhor desempenho comparadas com aquelas produzidas em Quixadá. As cultivares Epace-10, Patativa e BRS Rouxinol apresentaram qualidade fisiológica inferior, nos dois locais.


Palavras-chave


Vigna unguiculata. Germination. Vigor. Cultivars.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.