Desempenho de três híbridos de meloeiro sob dois espaçamentos em ambiente protegido na Chapada do Apodi

Francisco Marcus Lima Bezerra, Maria da Conceição Holanda Nunes, Cley Anderson Silva de Freitas, Francisco Limeira da Silva

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho de três híbridos de melão, sob dois espaçamentos, em relação à produtividade de frutos. O experimento foi desenvolvido sob ambiente protegido, na Unidade de Ensino Pesquisa e Extensão (UEPE) do Instituto Centro de Ensino Tecnológico (CENTEC), na Chapada do Apodi, em Limoeiro do Norte, CE. Foram utilizadas mudas dos híbridos Rita, do grupo amarelo, e dos híbridos Tânia e Gilat, do grupo Cantaloupe, que foram transplantados aos 15 dias após a semeadura, para os espaçamentos 0,30 m e 0,50 m entre plantas na linha e 1,00 m entre linhas de plantas e conduzidas em espaldeiras verticais de 2,0 m de altura. Os tratamentos foram dispostos em parcelas subdivididas, em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. Entre os espaçamentos, o de 0,3 m mostrou-se mais recomendado por apresentar maior produtividade para os três híbridos estudados. Este aumento de produtividade pode ter sido influenciado, provavelmente, pela maior densidade populacional. Entre os híbridos, Rita foi quem mais se destacou, obtendo valores superiores aos demais em todos os parâmetros observados (massa de frutos, comprimento e largura dos frutos).

Palavras-chave


Cucumis melo. Produtividade de frutos. Tutoramento. Tanque Classe A.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.