Uso de raios-x na avaliação da qualidade de sementes de Platypodium elegans Vog

Luciana Aparecida de Souza, Daniele Nogueira dos Reis, Juliano de Paulo dos Santos, Antônio Cláudio Davide

Resumo


Em espécies florestais nativas, como jacarandá-branco, é comum a ocorrência de estruturas vazias e com sementes danificadas devido ao beneficiamento e/ou ao ataque de insetos, além de apresentarem problemas como má-formação da semente. A pesquisa teve como objetivos definir uma metodologia e verificar a eficiência do uso do teste de raios-x na avaliação da qualidade fisiológica de sementes de jacarandá-branco (Platypodium elegans Vog.). As sementes foram submetidas a diferentes tempos e intensidades de exposição à radiação. Após a definição da intensidade de 30 kvp por 60 segundos, como sendo a que permitiu melhor visualização das estruturas internas, as sementes foram divididas em quatro categorias: cheias, vazias, atacadas por insetos e mal-formadas. Posteriormente, as sementes radiografadas foram submetidas ao teste de germinação em substrato areia à temperatura de 25 °C, sob luz constante. O teste de raios-x se mostrou eficiente na avaliação da morfologia interna das sementes de Platypodium elegans e os danos detectados nas radiografias afetaram a germinação, reduzindo a qualidade dos lotes.


Palavras-chave


Germination. Forest seed. Image analysis.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.