Physiological quality of seeds of white oat cultivars in response to trinexapac-ethyl application

José Henrique Bizzarri Bazzo, André Prechlak Barbosa, Carolina Pereira Cardoso, Claudemir Zucareli, Inês Cristina de Batista Fonseca

Resumo


The aim of this study was to assess the effect of the growth retardant trinexapac-ethyl on the physiological quality of seeds of different grain white oat cultivars in two growing environments. The experiments were carried out in Londrina and Mauá da Serra, Paraná State, Brazil. The experimental design was a randomized block design in a 4 × 2 factorial scheme with four replications. Treatments consisted of four white oat cultivars (IPR Afrodite, IPR Artemis, URS Corona, and URS Guria), with and without growth retardant application. Trinexapac-ethyl was applied by foliar spraying in a dose of 125 g a.i. ha−1 at the stem elongation stage between the first and second perceptible node. The following parameters were assessed: germination, first germination count, length and dry matter of seedling shoot and root, accelerated aging, electrical conductivity, emergence rate index, seedling emergence in sand, one-thousand-seed weight. At the end of the study, Londrina and Mauá da Serra presented a production potential white oat seed with germination above the standards for the species. Trinexapac-ethyl application reduced seed vigor of the cultivars IPR Afrodite and IPR Artemis produced in Londrina and Mauá da Serra, respectively.

Palavras-chave


Avena sativa L.; Growth retardant; Physiological potential; Vigor; Germination

Texto completo:

PDF

Referências


ALVAREZ, R. C. et al. Aplicação de reguladores vegetais na cultura de arroz de terras altas. Acta Scientiarum Agronomy, v. 29, n. 1, p. 241-249, 2007.

ALVES, A. C.; KIST, V. Composição da espigueta de aveia branca (Avena Sativa L.). Revista Brasileira de Agrociência, v. 16, n. 1/4, p. 29-33, 2010.

ALVES, A. C.; KIST, V. Qualidade fisiológica de sementes primárias, secundárias e terciárias da espigueta de aveia branca (Avena sativa L.). Revista Brasileira de Agrociência, v. 17, n. 1/4, p. 153-157, 2011.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Instrução normativa nº 45, de 17 de setembro de 2013. Padrões de identidade e qualidade para a produção e a comercialização de sementes. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 20 set. 2013. Seção 1, p. 6.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. Regras para análise de sementes. Brasília, DF, 2009. 399 p.

BRZEZINSKI, C. R. et al. A. A. Nitrogênio e inoculação de Azospirillum na qualidade fisiológica e sanitária de sementes de trigo. Revista de Ciências Agrárias, v. 57, n. 3, p. 257-265, 2014.

COMISSÃO BRASILEIRA DE PESQUISA DE AVEIA. Indicações técnicas para cultura da aveia: XXXIV Reunião da Comissão Brasileira de Pesquisa de Aveia. Castro: Fundação ABC, 2014. 136 p.

COSTA, N. P. et al. Perfil dos aspectos físicos, fisiológicos e químicos de sementes de soja produzidas em seis regiões do Brasil. Revista Brasileira de Sementes, v. 27, n. 2, p. 01-06, 2005.

ESPINDULA, M. C. et al. Efeitos de reguladores de crescimento na elongação do colmo de trigo. Acta Scientiarum Agronomy, v. 32, n. 1, p. 109-116, 2010.

ESPINDULA, M. C. et al. Use of growth retardants in wheat. Planta Daninha, v. 27, n. 2, p. 379-387, 2009.

FERRARI, S. et al. Desenvolvimento e produtividade do algodoeiro em função de espaçamentos e aplicação de regulador de crescimento. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 30, n. 3, p. 365-371, 2008.

KAPPES, C. et al. Reguladores de crescimento e seus efeitos sobre a qualidade fisiológica de sementes e crescimento de plântulas de crotalaria. Bioscience Journal, v. 28, n. 2, p. 180-190, 2012.

KASPARY, T. E. et al. Regulador de crescimento na produtividade e na qualidade fisiológica de sementes de aveia branca. Planta Daninha, v. 33, n. 4, p. 739-750, 2015.

MAGUIRE, J. D. Speed of germination-aid in selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science, v. 2, n. 1, p. 176-177, 1962.

MARCOS FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. 2. ed. Londrina: ABRATES, 2015. 660 p.

MARCOS FILHO, J. Testes de vigor: importância e utilização. In: KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D., FRANÇA NETO, J. B. Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, 1999. p. 1-21.

MARQUES, M. C. et al. Adaptabilidade e estabilidade de genótipos de soja em diferentes épocas de semeadura. Biocience Journal, v. 27, n. 1, p. 59-69, 2011.

MOTTA, I. S. et al. Época de semeadura em cinco cultivares de soja. II. Efeito na qualidade fisiológica das sementes. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 24, n. 5, p. 1281-1286, 2002.

NAKAGAWA, J. Testes de vigor baseados na avaliação das plântulas. In: KRZYZANOWSKI, F. C. et al. Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, 1999. p. 2.1-2.21.

OLIVEIRA, A. C. et al. Brisasul: a new high‑yielding white oat cultivar with reduced lodging. Crop Breeding and Applied Biotechnology, v. 11, p. 370‑374, 2011.

PENCKOWSKI, L. H.; ZAGONEL, J.; FERNANDES, E. C. Qualidade industrial do trigo em função do trinexapac-ethyl e doses de nitrogênio. Ciência e Agrotecnologia, v. 34, n. 6, p. 1492-1499, 2010.

PRANDO, A. M. et al. Formas de ureia e doses de nitrogênio em cobertura na qualidade fisiológica de sementes de trigo. Revista Brasileira de Sementes, v. 34, n. 2, p. 272-279, 2012.

SCHUCH, L. O. B.; KOLCHINSKI, E. M.; CANTARELLI, L. D. Relação entre a qualidade de aveia-preta e a produção de forragem e de sementes. Scientia Agraria, v. 9, n. 1, p. 1-6, 2008.

SILVA, A. C. et al. Componentes de produção, produtividade e qualidade de sementes de feijão-caupi em Vitória da Conquista, BA. Revista Agroambiente, v. 8, n. 3, p. 327-335, 2014.

SOUZA, C. A. et al. Arquitetura de plantas e produtividade da soja decorrente do uso de redutores de crescimento. Bioscience Journal, v. 29, p. 634‑643, 2013.

SOUZA, L. T. et al. Growth retardants in wheat and its effect in physiological quality of seeds. Ciência Rural, v. 40, n. 6, p. 1431-1434, 2010.

VIEIRA, R. D. et al. Comportamento de cultivares de soja quanto a qualidade fisiológica de sementes. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 33, n. 2, p. 123-130, 1998.

VIEIRA, R. D.; KRZYZANOWSKI, F. C. Teste de condutividade elétrica. In: KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D.; FRANÇA NETO, J. B. Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, 1999. cap. 4, p. 1-26.

ZAGONEL, J.; FERNANDES, E. C. Doses e épocas de aplicação do regulador de crescimento afetando cultivares de trigo em duas doses de nitrogênio. Planta Daninha, v. 25, n. 2, p. 331-339, 2007.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.