Efeitos de espaçamentos entre plantas na cultura da melancia na Chapada do Apodi, Ceará

Francisco Gleyber Cartaxo Bastos, Benito Moreira de Azevedo, Juliana de Lima Rego, Thales Vinícius de Araújo Viana, João Hélio Torres D’Ávila

Resumo


A cultura da melancia é considerada uma das mais importantes olerícolas produzidas e comercializadas no Brasil. Os principais centros de produção são os estados do Rio Grande do Sul, Bahia, Maranhão, São Paulo, Piauí, Goiás e Pernambuco. O presente trabalho teve como objetivo estudar o efeito na produtividade, características físicas e teor de sólidos solúveis de frutos da cultura da melancia dos seguintes espaçamentos entre plantas: 2,0 x 1,2 m; 2,0 x 0,6 m e 2,0 x 0,3 m. O experimento foi conduzido na Empresa Frutacor, localizada na Chapada do Apodi, município de Limoeiro do Norte, Ceará, Brasil. Foi utilizado o delineamento experimental de blocos ao acaso, com 3 tratamentos, 4 repetições. As parcelas apresentavam 12 m2 de área. Os espaçamentos testados influenciaram as variáveis: peso, produtividade, comprimento e perímetro médio dos frutos. Já a variável °Brix da polpa dos frutos não foi influenciada pelos espaçamentos testados.


Palavras-chave


Planting density. Citrullus. Mickylee.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.