Teor foliar de macro e micronutrientes de mudas micropropagadas de abacaxi Gold na fase de aclimatação com diferentes níveis de NPK

Izaias dos Santos Bregonci, Edvaldo Fialho dos Reis, Gustavo Dias de Almeida, Ruimário Inácio Coelho, Vitor José Brum

Resumo


O experimento foi conduzido no Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Espírito Santo, localizado no município de Alegre-ES. Objetivou-se com este trabalho avaliar a variação nos teores foliares de macro e micronutrientes de mudas micropropagadas de abacaxizeiro (Ananas comosus L.) Merrill cv. Gold, na fase de préaclimatação em casa de vegetação, quando submetidas a diferentes níveis de adubação NPK. Essa cultivar faz parte da coleção de germoplasma de abacaxizeiros do Incaper (Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural), a qual apresenta características agronômicas desejáveis. A adubação de referência para vasos (ARV) foi constituída de 0,30 g N; 0,20 g P e 0,15 g K para cada kg de substrato. O experimento foi montado num delineamento inteiramente casualizado com 5 tratamentos (0; 50; 100; 150 e 200% da ARV) e 6 repetições. O teor foliar dos nutrientes foi avaliado aos 180 dias após o transplantio das mudas. O aumento da ARV ocasiona redução do teores foliares dos K, Mg, Ca, Cu, Fe e B e aumento para o P, Zn e Mn, sendo indiferente para N e S. Embora haja essas variações, os teores foliares estão dentro de níveis adequados para N, P, K, Ca, Mg, S, B e Mn, já os teores de Zn, Fe, Cu estão abaixo dos níveis adequados, sendo considerados, muito baixo, médio e baixo, respectivamente.


Palavras-chave


Pineapple. Ananas comosus. Micropropagation. Mineral nutrition.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.