Respostas comportamentais de novilhas leiteiras alimentadas com dietas à base de subprodutos agroindustriais

Kélvia Jácome de Castro, José Neuman Miranda Neiva, Alencariano José da Silva Falcão, Fabrícia Rocha Chaves Miotto, Rafaela Carneiro Oliveira

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos do uso de gérmen de milho integral e fubá de canjica de milho em substituição ao milho moído e do farelo de babaçu em substituição ao farelo de soja no concentrado, sobre as características comportamentais de novilhas leiteiras em confinamento. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial 4 x 8 (quatro dietas e oito períodos) com cinco repetições (novilhas), sendo os animais observados durante 24 horas. Os parâmetros comportamentais estudados foram: freqüência nas atividades de alimentação, ruminação, ócio, dormindo, outras atividades e procura por sombra. As dietas influenciaram as atividades de alimentação, ruminação, ócio, dormindo e outras atividades. No entanto, não afetaram a procura por sombra. As maiores freqüências de alimentação ocorreram nos momentos seguintes aos fornecimentos da dieta. A ruminação foi mais freqüente no período noturno. As novilhas dormiram mais no período da madrugada e o ócio foi mais freqüente no período de maior temperatura do ar e maior radiação solar. A procura por sombra foi maior nos períodos mais quentes do dia. Práticas de manejo como o horário de fornecimento da dieta influenciaram o comportamento alimentar dos animais. O tipo de dieta afetou o comportamento dos animais.

Palavras-chave


Alimentação animal. Comportamento alimentar. Ruminação. Sombra

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.