Deficiência nutricional em plântulas de feijão-de-corda decorrente da omissão de macro e micronutrientes

Rafael de Souza Miranda, Fabrício Bonfim Sudério, Adervan Fernandes Sousa, Enéas Gomes Filho

Resumo


O feijão-de-corda [Vigna unguiculata (L.) Walp] cv. Pitiúba é uma importante cultura nos âmbitos econômico e social do Nordeste do Brasil, especialmente no Estado do Ceará, que é considerado o maior produtor desta região. Com a finalidade de caracterizar os sintomas de deficiências nutricionais em plântulas de feijão-de-corda, as sementes foram semeadas em areia exaustivamente lavada e, após um período de cinco dias, as plântulas foram transferidas para uma solução nutritiva completa para o período de aclimatação. Após três dias, as plântulas foram submetidas aos diferentes tratamentos. O experimento teve os seguintes tratamentos: solução nutritiva completa (N; P; K; Ca; Mg; S e micronutrientes) e omissão individual de cada elemento -N; -P; -K; -Ca; -Mg; -S; -B; -Fe, bem como ausência de aeração. Os sintomas das deficiências foram observados, caracterizados e registrados por fotografias. No final do experimento, as medidas de comprimento e os teores de matérias fresca e seca das raízes e parte aérea das plântulas foram analisados. Todos os macros e micronutrientes causaram sintomas de deficiência e afetaram o desenvolvimento das plântulas. Os sintomas foram desenvolvidos primeiramente em plântulas com carência em Fe, Ca e N. A matéria seca total foi reduzida em todos os tratamentos com ausência de nutrientes. A ausência de Ca, N e Fe foi responsável por uma maior redução da biomassa. A ordem decrescente de redução foi a seguinte: Ca > N > Fe > P > K > Mg > S > Aeração > B > Completo.


Palavras-chave


Hidroponia; Nutrição mineral; Plantas-efeito dos minerais; Sintomas; Vigna unguiculata

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.