Desempenho da co-digestão anaeróbia de dejetos suínos com inclusão de glicerina bruta

Alice Watte Schwingel, Ana Carolina Amorim Orrico, Marco Antonio Previdelli Orrico Junior, Natalia da Silva Sunada, Stanley Ribeiro Centurion

Resumo


O objetivo foi avaliar o desempenho da co-digestão anaeróbia de dejetos de suínos associados com crescentes doses de glicerina bruta, adotando-se diferentes tempos de retenção hidráulica (TRH). O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x4, três TRH (10; 17 e 24 dias) e quatro doses de glicerina bruta (0; 5; 10 e 15% dos sólidos totais), com quatro repetições por tratamento. Os parâmetros avaliados foram produção e potencial de produção de biogás, reduções de sólidos totais (ST), fibra em detergente neutro (FDN) e fibra em detergente ácido (FDA). A produção de biogás e potencial de produção apresentaram efeito quadrático nos TRH de 17 e 24 dias, evidenciando como doses ideais 4,09 e 5,63% de glicerina bruta, respectivamente, para produção e 4,52 e 5,42% de glicerina bruta para potencial de produção. Não houve diferença entre as doses de glicerina bruta dentro do TRH de 10 dias para as reduções de ST. No entanto, foi observado diferença entre as doses nos TRH 17 e 24, com a maior redução observada de 54,9% ao incluir 5% de glicerina bruta no maior TRH. As reduções de FDN e FDA aumentaram de acordo com a adição de glicerina bruta nos TRHs de 10 e 17 dias. A inclusão de 4 a 6% de glicerina bruta no TRH 24 mostrou-se mais eficiente na produção de biogás e reduções de ST e FDN. Já visando maior redução de FDA pode-se utilizar doses mais altas de glicerina a partir da co-digestão com dejetos suínos.

Palavras-chave


Biodiesel; Resíduos; Suinocultura; Tempo de retenção hidráulica

Texto completo:

PDF

Referências


AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION. Standard methods for the examination of water and wastewater. 21. ed. Washington, D.C., 2005. 1368 p.

ASTALS, S. et al. Anaerobic co-digestion of pig manure and crude glycerol at mesophilic conditions: biogas and digestate. Bioresource Technology, v. 110, p. 63-70, 2012.

ASTALS, S. et al. Thermophilic co-digestion of pig manure and crude glycerol: process performance and digestate stability. Journal of Biotechnology, v. 166, n. 3, p. 97-104, 2013.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Projeções do Agronegócio: Brasil 2012/2013 a 2022/2023. Brasília: Assessoria de Gestão Estratégica, 2013. 96 p. Disponível em: Acesso em: 24 jul. 2014.

CAETANO, L. Proposição de um sistema modificado para quantificação de biogás. 1985. 75 f. Dissertação (Mestrado em Energia na Agricultura) - Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 1985.

CHEN, Y. et al. Inhibition of anaerobic digestion process: a review. Bioresource Technology, v. 99, n. 10, p. 4044-4064, 2008.

CÔTÉ, C. et al. Reduction of indicator and pathogenic microorganisms by psychrophilic anaerobic digestion in swine slurries. Bioresource Technology, v. 97, n. 1, p. 686-691, 2006.

CUBAS, J. L. et al. Neutralização da glicerina bruta obtida pela transesterificação dos óleos de crambe, cárcamo e soja. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS, GORDURAS E BIODIESEL, 7., 2010, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: UFLA, 2010.

DETMANN, E. et al. Métodos para análise de alimentos. Visconde do Rio Branco: INCT, 2012. 214 p.

HOLM-NIELSEN, J. B. et al. On-line near infrared monitoring of glycerol-boosted anaerobic digestion processes: evaluation of process analytical technologies. Biotechnology and Bioengineering, v. 99, n. 2, p. 302-313, 2008.

LARSEN, A. C. et al. Anaerobic co-digestion of crude glycerin and starch industry effluent. Engenharia Agrícola, v. 33, n. 2, p. 341-352, 2013.

LOPES, J.; EVANGELISTA, A. R. Características bromatológicas, fermentativas e população de leveduras de silagens de cana-de-açúcar acrescidas de ureia e aditivos absorventes de umidade. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 39, n. 5, p. 984-991, 2010.

ORRICO JÚNIOR, M. A. P. et al. Avaliação de parâmetros da biodigestão anaeróbia de dejetos de suínos alimentados com dietas à base de milho e sorgo. Engenharia Agrícola, v. 30, n. 4, p. 600-607, 2010a.

ORRICO JÚNIOR, M. A. P. et al. Biodigestão anaeróbia de dejetos de suínos com e sem separação da fração sólida em diferentes tempos de retenção hidráulica. Engenharia Agrícola, v. 29, n. 3, p. 474-482, 2009.

ORRICO JÚNIOR, M. A. P. et al. Influência da relação volumoso: concentrado e do tempo de retenção hidráulica sob a biodigestão anaeróbia. Engenharia Agrícola, v. 30, n. 3, p. 386-394, 2010b.

PEREIRA, M. A. et al. Mineralization of LCFA associated with anaerobic sludge: kinetics, enhancement of methanogenic activity, and effect of VFA. Biotecnologia e Bioengenharia, v. 88, n. 4, p. 502-511, 2004.

REGUEIRO, L. et al. Enhanced methane production from pig manure anaerobic digestion using fish and biodiesel wastes as co-substrates. Bioresource Technology, v. 123, p. 507-513, 2012.

RODRIGUES, P. H. M. et al. Valor nutritivo da silagem de girassol inoculada com bactérias ácido-láticas. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 34, n. 1, p. 340-344, 2005.

SANTIBÁÑEZ, C. et al. Residual glycerol from biodiesel manufacturing, waste or potential source of bioenergy: a review. Chilean Journal of Agricultural Research, v. 71, n. 3, p. 469-475, 2011.

SANTOS, T. M. B. et al. Avaliação do desempenho de um aquecedor para aves adaptado para utilizar biogás como combustível. Engenharia Agrícola, v. 27, n. 3, p. 658-664, 2007.

THOMPSON, J. C.; HE, B. B. Characterization of crude glycerol from biodiesel production from multiple feedstocks. Applied Engineering in Agriculture, v. 22, n. 2, p. 261-265. 2006.

WOHLGEMUT, O. et al. Co-digestion of hog manure with glycerol to boost biogas and methane production. American Society of Agricultural and Biological Engineers, v. 54, n. 2, p. 1-5, 2011.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.