Divergência genética entre variedades de videiras do Banco Ativo de Germoplasma da Embrapa Semiárido

Patrício Ferreira Batista, Maria Auxiliadora Coêlho de Lima, Patrícia Coelho de Souza Leão, Flávio de França Souza, Ricardo Elesbão Alves

Resumo


Este trabalho teve por objetivo avaliar a divergência genética entre 31 variedades de videira do Banco de Germoplasma da Embrapa Semiárido, considerando características de qualidade, compostos de importância funcional e atividade antioxidante dos frutos. Foram avaliadas nas bagas as seguintes características: teor de sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT), relação SS/AT, resistência da baga à força de compressão, teor de taninos (dímeros, oligoméricos e poliméricos), polifenóis extraíveis totais, antocianinas totais, flavonoides amarelos e atividade antioxidante. Foi utilizada a distância generalizada de Mahalanobis para quantificar a divergência genética entre as variedades. Como estratégias de agrupamento, foram empregados UPGMA e a análise de variáveis canônicas. A variabilidade genética para teores de compostos fenólicos, determinados por meio de taninos poliméricos, de polifenois extraíveis totais e de antocianinas totais, existentes em variedades de videira do Banco Ativo de Germoplasma da Embrapa Semiárido permitiu a identificação de genótipos divergentes com potencial aproveitamento em futuras ações de melhoramento voltadas para a melhoria das propriedades funcionais.

Palavras-chave


Vitis spp.; Recursos genéticos; Divergência genética; Variação fenotípica; Videira; Plantas-variação

Texto completo:

PDF

Referências


ALBRECHT, L. P. et al. Teores de óleo, proteínas e produtividade de soja em função da antecipação da semeadura na região oeste do Paraná. Bragantia, v. 67, n. 4, p. 865-873, 2008.

ALVES, J. S. et al. Divergência genética entre genótipos de bananeira no estado do Rio de Janeiro. Magistra, v. 24, n. 2, p. 116-122, 2012.

BALDISSERA, A. C. et al. Alimentos funcionais: uma nova fronteira para o desenvolvimento de bebidas protéicas a base de soro de leite. Semina: Ciências Agrárias, v. 32, n. 4, p. 1497-1526, 2011.

BARROS, H. B. et al. Adaptabilidade e estabilidade de genótipos de soja avaliados no estado do Mato Grosso. Revista Ceres, v. 57, n. 3, p. 359-366, 2010.

BERTAN, I. et al. Dissimilaridade genética entre genótipos de trigo avaliados em cultivo hidropônico sob estresse por alumínio. Bragantia, v. 65, n. 1, p. 55-63, 2006.

BORGES, R. M. E. et al. Phenotypic divergence among table grapes accesses in the Brazilian Semi-Arid. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 43, n. 8, p. 1025-1030, 2008.

BORGES, R. M. E. et al. Phenotypic divergence among wine grape accessions in the semi-arid region of Brazil. Crop Breeding and Applied Biotechnology, v. 10, n. 3, p. 260-265, 2010.

CEOLIN, A. C. G. et al. Genetic divergence of the common bean (Phaseolus vulgaris L.) group carioca using morpho-agronomic traits by multivariate analyses. Hereditas, v. 144, n. 1, p. 1-9, 2007.

COSTA, M. N. et al. Divergência genética entre acessos e cultivares de mamoneira por meio de estatística multivariada. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 41, n. 11, p. 1617-1622, 2006.

CRUZ, C. D. GENES: a software package for analysis in experimental statistics and quantitative genetics. Acta Scientiarum, v. 35, n. 3, p. 271-276, 2013.

CRUZ, C. D.; REGAZZI, A. J.; CARNEIRO, P. C. S. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. Viçosa: UFV, 2012. 514 p. v. 1.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Médias anuais da estação agrometeorológica de Bebedouro. Petrolina: Embrapa Semiárido, 2013. Disponível em: . Acesso em: 09 set. 2013.

FRANCIS, F. J. Analysis of anthocyanins. In: MARKAKIS, P. (Ed.). Anthocyanins as food colors. New York: Academic Press, 1982. p. 181-207.

LARRAURI, J. A.; RUPÉREZ, P.; SAURA-CALIXTO, F. Effect of drying temperature on the stabilitity of polyphenols and antioxidant activity of red grape pomace peels. Journal of Agriculture and Food Chemistry, v. 45, n. 4, p. 1390-1393, 1997.

LEÃO, P. C. de S. et al. Characterization of a brazilian grape germplasm collection using microsatellite markers. American Journal of Enology and Viticulture, v. 60, n. 4, p. 517-524, 2009a.

LEÃO, P. C. de S. et al. Principais cultivares. In: SOARES, J. M.; LEÃO, P. C. S. A Vitivinicultura no semiárido brasileiro. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica; Petrolina: Embrapa Semiárido, 2009b. p. 149-214.

LEÃO, P. C. S.; CRUZ, C. D.; MOTOIKE, S. Y. Genetic diversity of a Brazilian wine grape Germplasm Collection based on morphoagronomic traits. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 32, n. 4, p. 1164-1172, 2010.

LEÃO, P. C. S.; MOTOIKE, S. Y. Genetic diversity in table grapes based on RAPD and microsatellite markers. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 46, n. 9, p. 1035-1044, 2011.

LI, Q. et al. Comparison of distinct transcriptional expression patterns of flavonoid biosynthesis in Cabernet Sauvignon grapes from east and west China. Plant Physiology and Biochemistry, v. 84, n. 1, p. 45-56. 2014.

MANTEL, N. The detection of disease clustering and a generalized regression approach. Cancer Research, v. 27, p. 209-220, 1967.

REICHER, F.; SIERAKOWSKI, M. R.; CORREAL, J. B. C. Determinação espectrofotométrica de taninos pelo reativo fosfotúngstico-fosfomolíbdico. Arquivos de Biologia e Tecnologia, v. 24, n. 4, p. 407-411, 1981.

RUFINO, M. S. M. et al. Determinação da atividade antioxidante total em frutas pela captura do radical livre DPPH. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, 2007. 4 p. (Comunicado Técnico, 127).

SÁNCHEZ-MORENO, C.; LARRAURI, J. A.; SAURA-CALIXTO, F. A procedure to measure the antiradical efficiency of polyphenols. Journal of the Science of Food and Agriculture, v. 76, n. 2, p. 270-276, 1998.

SILVA, A. F. et al. Recursos genéticos vegetais conservados na Embrapa Semiárido. In: SÁ, I. B.; SILVA, P. C. G. da. (Ed.). Semiárido brasileiro: pesquisa, desenvolvimento e inovação. Petrolina: Embrapa Semiárido, 2010. cap. 8, p. 274-315.

SINGH, D. The relative importance of characters affecting genetic divergence. The Indian Journal of Genetic and Plant Breeding, v. 41, n. 1, p. 237-245, 1981.

VAZ PATTO, M. C. et al. Assessing the genetic diversity of Portuguese maize germplasm using microsatellite markers. Euphytica, v. 137, p. 63-72, 2004.

WILLS, R. B. et al. Postharvest: an introduction to the physiology and handing of fruits, vegetable and ornamentals. 4. ed. Austrália: News South Wales University Press, 1998. 262 p.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.