Avaliação da introdução de mudas de leguminosas arbóreas em pastagem por meio de análise de variância multidimensional

Paulo Francisco Dias, Sebastião Manhães Souto

Resumo


O presente trabalho foi desenvolvido objetivando avaliar em três épocas diferentes do ano a introdução de mudas, sem proteção e na presença de animais, de 16 espécies de leguminosas arbóreas em pastagem em formação de Brachiaria brizantha no município de Seropédica-RJ. Foram estudadas nove variáveis relacionadas ao comprimento e número de brotos das mudas, antes e após o pastejo dos animais. Os resultados deste experimento foram analisados por meio de técnicas de análise de variância multidimensional, resultando em melhor aproveitamento da informação conjunta das variáveis. Diferenças entre as médias dos 48 tratamentos para cada variável, calculadas por meio de intervalos de confiança de Bonferroni, mostraram que a Jurema Preta (Mimosa tenuiflora) apresentou o maior comprimento dos brotos após o pastejo, a menor diferença no comprimento e no número de brotos com o pastejo e o maior número de brotos antes do pastejo, confirmando assim, a sua indicação para a região, como a leguminosa arbórea com maior possibilidade de sucesso, se introduzida na pastagem, sem a proteção das mudas e na presença do gado.


Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.