Efeito do número de visitas florais da abelha melífera (Apis mellifera L.) na polinização da goiabeira (Psidium guajava L.) cv. Paluma

Breno Magalhães Freitas, José Everton Alves

Resumo


A pesquisa foi realizada na fazenda FRUTACE, localizada no município de São Gonçalo do Amarante – CE. Os dados foram coletados e trabalhados no período de setembro de 1999 a março de 2000, com o objetivo de determinar o número mínimo de visitas da abelha melífera (Apis mellifera L.) a uma flor de goiabeira (Psidium guajava L.) cv. Paluma necessário para maximizar a produção da cultura. O experimento constou de seis tratamentos: polinização livre, polinização restrita com flores emasculadas e uma, duas, três e quatro visitas de A. mellifera à mesma flor da goiabeira. Os parâmetros usados para avaliação foram: o número de frutos produzidos, a massa dos frutos, a massa da polpa e o número de sementes por fruto. Os resultados mostraram que uma visita da abelha melífera produziu um número de frutos (P < 0,05) maior do que duas, três ou quatro visitas à flor, embora não tenha havido diferenças (P > 0,05) entre os tratamentos nos pesos do fruto e da polpa, nem no número de sementes por fruto. Duas visitas de A. mellifera por flor produziram o melhor índice de eficiência de polinização (PEi).


Palavras-chave


Mellitophily. Pollinators. Guava Entomophily. Insect pollination.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.