Zoneamento agroclimático da cultura do açaí (Euterpe oleracea Mart.) para o estado do Espírito Santo

Kaio Allan Cruz Gasparini, Mariana Duarte Silva Fonseca, Milena Scaramussa Pastro, Leonardo Cassani Lacerda, Alexandre Rosa dos Santos

Resumo


Os produtos do açaí (Euterpe oleracea Mart.) apresentam grande importância econômica e cultural no Brasil com um crescente mercado consumidor. Com intuito de fornecer bases para ampliação desse cultivo em outros estados, buscou-se elaborar o zoneamento agroclimático para essa cultura no estado do Espírito Santo. Para tanto, utilizou-se de dados meteorológicos de 110 estações de órgãos governamentais e da ferramenta geotecnológica ArcGIS 10.1 para espacializar os dados de temperatura, precipitação e déficit hídrico e depois reclassificá-las para a geração do zoneamento. Os resultados demonstraram que 20,74% da área total do Espírito Santo possui zonas aptas a essa cultura, localizadas nas regiões Nordeste, Serrana e Sul, sendo Linhares o município com maior aptidão. Embora a maior parte do estado tenha algum tipo de restrição que limita o cultivo, seja da variável déficit hídrico, seja da precipitação, algumas técnicas podem minimizar tais restrições. Logo, torna-se viável a implantação da cultura do açaí no estado do Espírito Santo de acordo com as variáveis temperatura, precipitação e déficit hídrico.

Palavras-chave


Geotecnologias; Déficit hídrico; Temperatura; Classes de aptidão

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, P. V. de.; SILVA, F. D. dos. S. Risco climático para o cultivo do algodoeiro na região nordeste do Brasil. Revista Brasileira de Meteorologia, v. 22, n. 3, p. 408-416, 2007.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Portaria nº 411 de 4 de novembro de 2010. Aprova o zoneamento agrícola para a cultura do açaí no estado do Acre, safra 2011. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 5 nov. 2010. Disponível em: . Acesso em: 14 abr. 2013.

CALBO, M. E. R.; MORAES, J. A. P. V. de. Efeitos da deficiência de água em plantas de Euterpe oleracea (açaí). Revista Brasileira de Botânica, v. 23, n. 3, p. 225-230, 2000.

CARAMORI, P. H. et al. Zoneamento agroclimático para o pessegueiro e a nectarineira no estado do Paraná. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 30, n. 4, p. 1040-1044, 2008.

CASTRO, F. S. et al. Zoneamento agroclimático para espécies do gênero Pinus no estado do Espírito Santo. Floresta, v. 40, n. 1, p. 235-250, 2010.

CECÍLIO, R. A. et al. Método para a espacialização dos elementos do balanço hídrico climatológico. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 47, n. 4, p. 478-488, 2012.

CONFORTO, E. de C.; CONTIN, D. R. Desenvolvimento do açaizeiro de terra firme, cultivar Pará, sob atenuação da radiação solar em fase de viveiro. Bragantia, v. 68, n. 4, p. 979-983, 2009.

DALLACORT, R. et al. Aptidão agroclimática do pinhão manso na região de Tangará da Serra, MT. Revista Ciência Agronômica, v. 41, n. 3, p. 373-379, 2010.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Brasil em relevo. Disponível em: . Acesso em: 8 abr. 2013.

FARIAS NETO, J. T. de. et al. Parâmetros genéticos e ganhos com a seleção de progênies de Euterpe oleracea na fase juvenil. Cerne, v. 18, n. 3, p. 515-521, 2012.

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Geografia. Disponível em: . Acesso em: 16 abr. 2013.

HOMMA, A. K. O. et al. Açaí: Novos Desafios e Tendências. Amazônia: Ciência e Desenvolvimento, v. 1, n. 2, p. 7-23, 2006.

INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISA, ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL. Produtos da floresta trazem geração de renda e preservação ambiental em Alto Rio Novo. Incaper em Revista, v. 2/3, p. 72-73, 2012.

NOGUEIRA, O. L.; FIGUEIRÊDO, F. J. C.; MÜLLER, A. A. (Ed.). Açaí. 2. ed. Belém: Embrapa Amazônia Oriental, 2006. (Embrapa Amazônia Oriental. Sistemas de Produção, 4). Disponível em: Acesso em: 15 abr. 2013.

OLIVEIRA, M. do S. P. et al. Cultivo do açaizeiro para produção de frutos. Belém, Pará: Embrapa Amazônia Oriental, 2002. 17 p. (Circular técnica, 26)

OLIVEIRA, M. do S. P. de; FARIAS NETO, J. T. de. Cultivar BRS-Pará: açaizeiro para produção de frutos em terra firme. Belém: Embrapa Amazônia Oriental, 2004. p. 1-3. (Comunicado Técnico, 114).

OMETTO, J. C. Bioclimatologia Vegetal. São Paulo: Ceres, 1981. 435 p.

PEZZOPANE, J. E. M. et al. Agrometeorologia: aplicações para o Espírito Santo. Alegre, ES: CAUFES, 2012. 174 p.

PEZZOPANE, J. E. M. et al. Zoneamento de risco climático para a cultura do café Conilon no Estado do Espírito Santo. Revista Ciência Agronômica, v. 41, n. 3, p. 341-348, 2010.

PILAU, F. G. et al. Zoneamento agroclimático da heveicultura para as regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Revista Brasileira de Agrometeorologia, v. 15, n. 2, p. 161-168, 2007.

PORTELA, G. L. F. et al. Zoneamento agroclimático da cultura da mangueira no Estado do Piauí. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 30, n. 4, p. 1036-1039, 2008.

SANT’ANNA NETO, J. L. Decálogo da climatologia do Sudeste Brasileiro. Revista Brasileira de Climatologia, v. 1, n. 1, p. 43-60, 2005.

SANTOS, A. R. et al. Zoneamento agroclimático para a cultura do café conilon (Coffea canephora L.) e arábica (Coffea arabica L.), na bacia do Rio Itapemirim, ES, Brasil. Engenharia na Agricultura, v. 8, n. 1, p. 19-37, 2000.

SILVA, I. M.; SANTANA, A. C. de; REIS, M. S. Análise dos retornos sociais oriundos de adoção tecnológica na cultura do açaí no estado do Pará. Amazônia: Ciência e Desenvolvimento, v. 2, n. 3, p. 25-37, 2006.

SILVA, K. R. da. et al. Interpolação Espacial da Precipitação no Estado do Espírito Santo. Floresta e Ambiente, v. 18, n. 1, p. 417-427, 2011a.

SILVA, K. R. da. et al. Zoneamento agroecológico para Caesalpinia echinata lam. e Euterpe edulis Mart. no Estado do Espírito Santo. Floresta, v. 41, n. 3, p. 655-664, 2011b.

SOUZA, A. G. C. et al. Fruteiras da Amazônia. Manaus: EMBRAPA - CPAA, 1996. 204 p.

SOUZA, M. J. H. de. et al. Potencial agroclimático para a cultura da acerola no Estado de Minas Gerais. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 10, n. 2, p. 390-396, 2006.

THORNTHWAITE, C. W.; MATHER, J. R. The water balance. Publications in Climatology, v. 8, n. 1, 1955. 104 p.

WREGE, M. S. et al. Regiões potenciais para cultivo da cana-de-açúcar no Paraná, com base na análise do risco de geadas. Revista Brasileira de Agrometeorologia, v. 13, n. 1, p. 113-122, 2005.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.