Water-retaining polymer and seedling type when planting irrigated coffee

Antonio Jackson Jesus Souza, Rubens José Guimarães, Anderson William Dominghetti, Myriane Stella Scalco, Tiago Teruel Rezende

Resumo


The aim of this work was to evaluate the use of a water-retaining polymer on the initial growth of coffee plants for different levels of irrigation and types of seedling. The experiment was set up in pots with a clayey soil, in a greenhouse of the Sector for Coffee Production of the Federal University of Lavras, Brazil. The experiment was arranged in a randomised block design into sub-lots with three replications, giving a total of 48 experimental units. Four levels of irrigation (25%, 50%, 75% and 100% of the available water) were randomly assigned to the lots; the type of seedling (grown in bags or tubes) were randomly assigned to the sub-lots, and the use or not of the water-retaining polymer randomly assigned to the sub-sub-lots. In the treatments with water-retaining polymer, a dilution of 1.5 Kg of polymer to 400 litres of water was used at a dose of 1.5 litres of solution per plant. The following were evaluated at intervals of 60 days during the experiment (360 days from planting): stem diameter, plant height, leaf area, number of leaves and number of plagiotropic branches on the coffee plants. Hydrated water-retaining polymer favoured the growth of coffee plants under an irrigated system. Irrigation resulted in greater plant growth, with the seedlings grown in bags showing more growth than those grown in tubes.

Palavras-chave


Seedling containers; Implementation; Coffea arabica L.; Hydrogel

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, L. S. de et al. Crescimento de mudas de Jacaranda puberula Cham. em viveiro, submetidas a diferentes níveis de luminosidade. Ciência Florestal, v. 15, n. 3, p. 323-329, 2005.

ALVES, M. E. B. et al. Crescimento do cafeeiro sob diferentes lâminas de irrigação e fertirrigação. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 4, n. 2, p. 219-225, 2000.

ATKINSON, C. J. et al. Drought tolerance of apple rootstocks: production and partitioning of dry matter. Plant and Soil, v. 206, p. 223-235, 1999.

AZEVEDO, T. L. F. et al. Níveis de polímero superabsorvente, frequências de irrigação e crescimento de mudas de café. Acta Scientiarum, v. 24, n. 5, p. 1239-1243, 2002.

CARVALHO, A. D. et al. Correlação entre crescimento e produtividade de cultivares de café em diferentes regiões de Minas Gerais, Brasil. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 45, n. 3, p. 269-275, mar. 2010.

CARVALHO, G.; ADÃO, W. A arte de lidar com café. Estado de Minas, Belo Horizonte, 10 fev. 2014. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2014.

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. Acompanhamento da safra brasileira: café: safra 2014: primeiro levantamento. janeiro/2014. Disponível em http://www.conab.gov.br/OlalaCMS/uploads/arquivos/14_01_17_09_29_46_boletim_cafe_-_original_normalizado.pdf. Acesso em 25 mar. 2014.

DANTAS, A. A. A.; CARVALHO, L. G.; FERREIRA, E. Classificação e tendências climáticas em Lavras, MG. Ciência e Agrotecnologia, v. 31, n. 6, p. 1862-1866, 2007.

FAQUIN, V.; VALE, F. R.; FURTINI NETO, A. E. Cultivo de plantas em ambiente controlado: solução nutritiva, hidroponia e em vasos com solo. Lavras: UFLA, 2008. 18 p.

FAVARIN, J. L. et al. Equações para a estimativa do índice de área foliar do cafeeiro. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 37, n. 6, p. 769-773, 2002.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v. 35, n. 6, p. 1039-1042, 2011.

LIVRAMENTO, D. E. do. Morfologia e fisiologia do cafeeiro. In: REIS, P. R.; CUNHA, R. L. (Ed.). Café arábica: do plantio à colheita. Lavras: EPAMIG, 2010. p. 87-161.

MARTINS, C. C. et al. Crescimento inicial do café Conilon (Coffea canephora Pierre ex Froehner) sob diferentes lâminas de irrigação. Engenharia na Agricultura, v. 14, n. 3, p. 193-201, 2006.

NASSER, M. D.; GALLO, P. B.; FONSECA, R. da. Desenvolvimento pós-plantio de Coffea arabica L. em sacola plástica convencional, tubete e TNT. In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 7., 2011, Araxá. Anais... Brasília: Embrapa Café, 2011. 2 CD-ROM.

OLIVEIRA, R. A. et al. Influência de um polímero hidroabsorvente sobre a retenção de água no solo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 8, n. 1, p. 160-163, 2004.

PIEVE, L. M. et al. Uso de polímero hidro retentor na implantação de lavouras cafeeiras. Coffee Science, v. 8, n. 3, p. 314-323, 2013.

SANTANA, M. S.; OLIVEIRA, C. A. S.; QUADROS, M. Crescimento de duas cultivares de cafeeiro adensado influenciado por níveis de irrigação localizada. Engenharia Agrícola, v. 24, n. 3, p. 644-653, 2004.

SANTOS, H. G. dos. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3. ed. Brasília: EMBRAPA, 2013. 353 p.

SCALCO, M. S. et al. Influência de diferentes critérios de irrigação e densidades de plantio sobre o crescimento inicial do cafeeiro. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PESQUISA EM CAFEICULTURA IRRIGADA, 5., 2002, Araguari. Anais... Uberlândia: UFU, 2002. p. 150-155.

TOHIDI-MOGHADAM, H. R. et al. Response of six oilseed rape genotypes to water stress and hydrogel application. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 39, n. 3, p. 243-250, 2009.

VALE, G. F.; CARVALHO, S. P.; PAIVA, L. C. Avaliação da eficiência de polímero hidro retentor no desenvolvimento do cafeeiro em pós-plantio. Coffee Science, v. 1, n. 1, p. 7-13, 2006.

VALLONE, H. S. et al. Diferentes recipientes e substratos na produção de mudas de cafeeiros. Ciência e Agrotecnologia, v. 34, n. 1, p. 55-60, 2010.

ZONTA, J. H. et al. Influência de diferentes turnos de rega e doses de hidroabsorvente no desenvolvimento inicial da cultura do café conillon (Coffea canephora Pierre). Idesia, v. 27, n. 3, p. 29-34, 2009.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.