Adaptação do índice de qualidade de água da National Sanitation Foundation ao semiárido brasileiro

Kássia Crislayne Duarte Ferreira, Fernando Bezerra Lopes, Eunice Maia de Andrade, Ana Célia Maia Meireles, Gerlange Soares da Silva

Resumo


Conhecer a qualidade da água de um reservatório utilizado para consumo humano é importante. Os índices de qualidade de água são utilizados para facilitar a compreensão dessa qualidade. Este estudo teve como objetivos adaptar e comparar o índice de qualidade de água da National Sanitation Foundation, às condições físicas, químicas e biológicas das águas de reservatórios artificiais em regiões com clima semiárido tropical, bem como a variabilidade espaço-temporal do mesmo. Foram realizadas doze coletas de água de abril de 2008 a abril de 2010 em sete pontos amostrais distribuídos no reservatório Orós, na região centro sul do estado do Ceará. Os atributos de qualidade de água monitorados utilizados para cálculo e adaptação do índice foram: pH, temperatura, oxigênio dissolvido, demanda bioquímica de oxigênio, fósforo total, nitrato, sólidos  totais, turbidez e coliformes termotolerantes. A partir delas, empregou-se a Análise de Componente Principal para determinação dos pesos a serem associados aos parâmetros presentes no índice de qualidade de água e adaptá-lo a reservatórios de regiões de clima semiárido. As águas do reservatório foram classificadas como de qualidade regular durante a maior parte do período de estudo. Apesar de variar com o regime de chuvas, foi observado efeito da sazonalidade sobre a qualidade da água. Observou-se que o índice adaptado para regiões de clima semiárido é estatisticamente diferente dos índices de outras regiões. Entretanto, observou-se diferença apenas na sensibilidade e nos pesos dos atributos determinantes da qualidade de água.

Palavras-chave


Água-qualidade; Reservatórios; Águas superficiais

Texto completo:

PDF

Referências


AKKOYUNLU; A.; AKINER; M. E. Pollution evaluation in streams using water quality indices: A case study from Turkey’s Sapanca Lake Basin. Ecological Indicators, v. 18, p. 501-511, 2012.

AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION. Standard methods for the examination of water and wastewater. 21. ed. Washington: Water Environment Federation, 2005. 1496 p.

ANDRADE, E. M. et al. Índice de qualidade de água, uma proposta para o vale do rio Trussu, Ceará. Revista Ciência Agronômica, v. 36, n. 2, p. 135-142, 2005.

AYROZA, D. M. M. R. Características limnológicas em área sob influência de psicultura em tanques-rede no reservatório da Uhe Chavantes, Rio Paranapanema, SE/S, Brasil. 2012. 130 f. Tese (Doutorado em Aquicultura) - Centro de Aquicultura, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2012.

BRASIL. Resolução nº 357, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Diário Oficial da União, nº 053, 18 mar. 2005, p. 58-63.

BROWN, R. M.; McCLELLAND, N.I.; DEININGER, R.A.; TOZER, R.G . A water quality index - do we dare?. Water Sewage Works, v. 117, n. 10, p. 339-343, 1970.

CASTRO JUNIOR, R. M.; SOBREIRA, F. G.; BORTOLOTI, F. D. Modelagem geoestatística a partir de parâmetros da qualidade da água (IQA-NSF) para a sub-bacia hidrográfica do rio Castelo (ES) usando sistema de informações geográficas. Revista Brasileira de Cartografia, v. 59, n. 3, p. 241-253, 2007.

CEARÁ. Assembleia Legislativa. Caderno regional da sub-bacia do Alto Jaguaribe. Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos. Fortaleza: INESP, 2009. 119 p.

COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL. Índices de qualidade de água. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2013.

COMPANHIA DE TECNOLOGIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL. Qualidade das águas superficiais de São Paulo 2011. São Paulo: CETESB, 2012. 356 p.

DONADIO, N. M. M.; GALBIATTI, J. A.; PAULA, R. C. Qualidade da água de nascentes com diferentes usos do solo na bacia hidrográfica. Engenharia Agrícola, v. 25, n. 1, p. 115-125, 2005.

FUNDAÇÃO CEARENSE DE METEOROLOGIA E RECURSOS HÍDRICOS. Redes de Monitoramento. Disponível em: . Acesso em: 10 nov. 2012.

GHARIBI, H. et al. A novel approach in water quality assessment based on fuzzy logic. Journal of Environmental Management, v. 112, p. 87-95, 2012.

HAIR JÚNIOR, J. F. et al. Análise multivariada de dados. Porto Alegre: Bookman, 2005. 593 p.

HURLEY, T.; SADIQ, R.; MAZUMDER, A. Adaptation and evaluation of the Canadian Council of Ministers of the Environment Water Quality Index (CCME WQI) for use as an effective tool to characterize drinking source water quality. Water Research, v. 46, n. 11, p. 3544-3552, 2012.

LAI, Y. C. et al. Development of a water quality modeling system for river pollution index and suspended solid loading evaluation. Journal of Hydrology, v. 478, p. 89-101, 2013.

LIU, Y. et al. Cyanobacteria-/cyanotoxin-contaminations and eutrophication status before Wuxi Drinking Water Crisis in Lake Taihu, China. Journal of Environmental Sciences, v. 23, n. 4, p. 575-581, 2011.

LOPES, F. B. et al. Assessment of the water quality in a large reservoir in semiarid region of Brazil. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 18, n. 4, p. 437-445, 2014.

LOPES, F. B. et al. Mapa da qualidade das águas do rio Acaraú, pelo emprego do IQA e Geoprocessamento. Revista Ciência Agronômica, v. 39, n. 3, p. 392-402, 2008.

MASSOUD, M. F. Assessment of water quality along a recreational section of the Damour River in Lebanon using the water quality index. Environmental Monitoring and Assessment, v. 184, n. 7, p. 4151-4160, 2012.

MONTEIRO, V. P.; PINHEIRO, J. C. V. Critério para implantação de tecnologias de suprimentos de água potável em municípios cearenses afetados pelo alto teor de sal. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 42, n. 2, p. 365-387, 2004.

PALÁCIO, H. A. Q. Índice de qualidade das águas na parte baixa da bacia hidrográfica do rio Trussu, Ceará. 2004. 97 f. Dissertação (Mestrado em Irrigação e Drenagem) - Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2004.

SAINT, G. M. et al. Variabilidade espacial de parâmetros e indicadores de qualidade da água na sub-bacia hidrográfica do igarapé São Francisco, Rio Branco, Acre, Brasil. Ecologia Aplicada, v. 11, n. 1, p. 23-31, 2012.

SÁNCHEZ, E. et al. Use of the water quality index and dissolved oxygen deficit as simple indicators of watersheds pollution. Ecological Indicators, v. 7, n. 2, p. 315-328, 2007.

SANDS, G. R.; PODMORE, T. H. A generalized environmental sustainability index for agricultural systems. Agriculture, Ecosystems and Environment, v. 79, n. 1, p. 29-41, 2000.

SHRESTHA, S.; KAZAMA F. Assessment of surface water quality using multivariate statistical techniques: A case study of the Fuji river basin, Japan. Environmental Modelling & Software, v. 22 n. 4, p. 464-475, 2007.

SILVA, A. P. S. et al. Qualidade da água do Reservatório da Usina Hidrelétrica (UHE) de Peti, Minas Gerais. Revista Árvore, v. 33, n. 6, p. 1063-1069, 2009.

SILVEIRA, S. S.; ANDRADE, E. M. Análise de componentes principais na investigação da estrutura multivariada da evapotranspiração. Revista Engenharia Agrícola, v. 22, n. 2, p. 174-177, 2002.

SINGH, K. P.; MALIK, A.; SINHA, S. Water quality assessment and apportionment of pollution sources of Gomti River (India) using multivariate statistical techniques - a case study. Analytica Chimica Acta, v. 538, n. 1/2, p. 355-374, 2005.

SPSS for Windows 16. Version 16.0. Chicago (IL), 2007. Programa de computador.

VIALLE, C. et al. Monitoring of water quality from roof runoff: Interpretation using multivariate analysis. Water Research, v. 45, n. 12, p. 3765-3775, 2011.

ZAMBRANO, L. et al. Spatial heterogeneity of water quality in a highly degraded tropical freshwater ecosystem. Environmental Management, v. 43, n. 2, p. 249-263, 2009.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.