Diferentes concentrações de sais do meio MS e de sacarose na multiplicação in vitro de Zantedeschia aethiopica L. Spreng. (copo-deleite)

Márcia de Nazaré Oliveira Ribeiro, Moacir Pasqual, Adriano Bortolotti da Silva, Vantuil Antônio Rodrigues

Resumo


O objetivo deste trabalho foi determinar a concentração dos sais do meio MS e de sacarose que favoreça o melhor desenvolvimento in vitro de copo-de-leite. Explantes foram excisados e inoculados em concentrações de meio MS (0; 50; 100; 150 e 200%) e sacarose (0; 15; 30; 45 e 60 g L-1). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, utilizando-se quatro repetições. O pH do meio foi ajustado para 5,8, antes da adição de 5,5 g L-1 de agar e da autoclavagem, a 121 ºC e 1 atm, por 20 minutos. Após a inoculação, os explantes foram mantidos por 60 dias em sala de crescimento, a 27±1 ºC, irradiância de 35 μmol m–2 s–1 e fotoperíodo de 16 horas, avaliando-se número de brotos, folhas e raízes, comprimento dos brotos e das raízes, massa fresca da parte aérea e das raízes. Obtém-se maior número (3,5) e comprimento de brotos (3,4 cm) com 30 g L-1 de sacarose e 125% de sais do meio MS (2,14 brotos), sem haver interação significativa entre os fatores sacarose e meio MS. Para as demais variáveis analisadas, número de folhas (4,13) e massa fresca da parte aérea (0,9 g), melhores resultados foram obtidos em meio MS 100% associado a 30 e 60 g L-1 de sacarose, respectivamente.


Palavras-chave


Micro propagation,In vitro growth, Ornamental plant.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.