Divergência genética em genótipos de maracujazeiro azedo, com base em características físicas e químicas dos frutos

Kristhiano Chagas, Rodrigo Sobreira Alexandre, Edilson Romais Schmildt, Claudio Horst Bruckner, Fábio Gelape Faleiro

Resumo


Objetivou-se com o presente trabalho avaliar a divergência genética e as características físicas e químicas de frutos de duas populações do maracujazeiro azedo na região Norte do Espírito Santo, como as progênies de meio-irmãos de acesso local de um plantio comercial (genótipos: 1; 2; 3; 4; 5; 6; 7; 8; 9 e 10) e do híbrido BRS Ouro Vermelho (genótipos: 11; 12; 13; 14; 15; 16; 17; 18; 19 e 20). A divergência genética foi avaliada por procedimentos multivariados como a distância generalizada de Mahalanobis (D2) e pelos métodos de agrupamento de otimização de Tocher e UPGMA. Encontrou-se divergência genética entre as populações estudadas promovendo a formação de grupos diferentes entre o método de Tocher e do UPGMA. As características, referentes ao tamanho do fruto, diâmetro polar e equatorial, foram as que mais contribuíram na diversidade genética dos genótipos. Nas populações estudadas de maracujazeiro azedo há grande variabilidade genética quanto às características avaliadas, o que possibilita selecionar plantas com elevado potencial para fins de melhoramento genético. O híbrido BRS Ouro Vermelho apresenta boa adaptação às condições locais.

Palavras-chave


Passiflora edulis Sims; Melhoramento vegetal; Fruto de maracujá

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, S. de P. M. et al. Características físico-químicas de cinco genótipos de maracujazeiro-azedo cultivados no Distrito Federal. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 31, n. 2, p. 487-491, 2009.

ALVES, R. M. et al. Seleção de descritores botânico-agronômicos para caracterização de germoplasma de cupuaçuzeiro. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 38, n. 07, p. 807-818, 2003.

BERTAN, I. et al. Comparação de métodos de agrupamento na representação da distância morfológica entre genótipos de trigo. Revista Brasileira de Agrociência, v. 12, n. 03, p. 279-286, 2006.

BORGES, R. de S. et al. Novas variedades: validação e transferência de tecnologia. In: FALEIRO, F. G.; JUNQUEIRA, N. T. V.; BRAGA, M. F. Maracujá: germoplasma e melhoramento genético. Planaltina, DF: Embrapa Cerrados, 2005. 670 p.

BRASIL. Ministério da Agricultura. Regulamento técnico para fixação dos padrões de identidade e qualidade para polpa de maracujá. Disponível em: . Acesso em: 05 set. 2007.

CORREA, A. M.; GONÇALVES, M. C. Divergência genética em genótipos de feijão comum cultivados em Mato Grosso do Sul. Revista Ceres, v. 59, n. 2, p. 206-212, 2012.

CRUZ, C. D. Genes: a software package for analysis in experimental statistics and quantitative genetics. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 35, p. 271-276, 2013.

CRUZ, C. D.; REGAZZI, A. J. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. Viçosa, MG: UFV, 2004. 480 p.

FARIA, P. N. et al. Métodos de agrupamento em estudo de divergência genética de pimentas. Horticultura Brasileira, v. 30, n. 3, p. 428-432, 2012.

FARIAS, M. A. A. et al. Caracterização física e química de frutos de maracujá amarelo de ciclos de seleção massal estratificada e de populações regionais. Magistra, v. 17, n. 2, p. 83-87, 2005.

FORTALEZA, J. M. et al. Características físicas e químicas em nove genótipos de maracujá-azedo cultivado sob três níveis de adubação potássica. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 27, n. 1, p. 124-127, 2005.

GONÇALVES, G. M. et al. Genetic parameter estimates in yellow passion fruit based on design I. Brazilian Archives of Biology and Technology, v. 52, n. 3, p. 523-530, 2009.

GONÇALVES, G. M. et al. Seleção e herdabilidade na predição de ganhos genéticos em maracujá-amarelo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 42, n. 2, p. 193-198, 2007.

MARTINS, M. R. et al. Avaliação de populações de maracujazeiro-doce (Passiflora alata Curtis) obtidas de polinização aberta. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 25, n. 1, p. 111-114, 2003.

MEDEIROS, S. A. F. et al. Caracterização físico-química de progênies de maracujá-roxo e maracujá-azedo cultivados no Distrito Federal. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 31, n. 2, p. 492-499, 2009.

MELETTI, L. M. M. Caracterização agronômica de progênies de maracujá amarelo (Passiflora edulis Sims. f. flavicarpa Degener). 1998. 92 f. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiróz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1998.

MOJENA R. Hierarchical grouping methods and stopping rules: an evaluation. The Computer Journal, v. 20, p. 359-363. 1977.

NASCIMENTO, T. B.; RAMOS, J. D.; MENEZES, J. B. Características físicas do maracujá-amarelo produzido em diferentes épocas. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 34, n. 12, p. 2353-2358, 1999.

NASCIMENTO, W. M. O. et al. Seleção de progênies de maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis f. flavicarpa) quanto à qualidade de frutos. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 25, n. 1, p. 186-188, 2003.

NEGREIROS, J. R. S. et al. Caracterização de frutos de progênies de meios-irmãos de maracujazeiro-amarelo em Rio Branco - Acre. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 30, n. 2, p. 431-437, 2008.

NEGREIROS, J. R. S. et al. Divergência genética entre progênies de maracujazeiro amarelo com base em características das plântulas Revista Brasileira de Fruticultura, v. 30, n. 1, p. 197-201, 2008.

NEGREIROS, J. R. S. et al. Relação entre características físicas e o rendimento de polpa de maracujá-amarelo. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 29, n. 3, p. 546-549, 2007.

OLIVEIRA, E. J. et al. Seleção em progênies de maracujá-amarelo com base em índices multivariados. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 43, n. 11, p. 1543-1549, 2008.

OLIVEIRA, V. R; SCAPIM, C. A.; CASALI, V. W. D. Diversidade genética e eficiência da predição do comportamento. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 20, n. 3, p. 263-267, 1998.

PIO, R. et al. Caracterização físico-química dos frutos de sete seleções de maracujazeiro-amarelo para a região de Lavras - MG. Revista Ceres, v. 50, n. 291, p. 573-582, 2003.

RAO, R. C. Advanced statistical methods in biometric research. New York: John Wiley, 1952. 390 p.

RÊGO, E. R. et al. Phenotypic diversity, correlation and importance of variables for fruit quality and yield traits in Brazilian peppers (Capsicum baccatum). Genetic Resources and Crop Evolution, v. 58, p. 909-918, 2011.

ROSADO, L. D. S. et al. Simultaneous selection in progenies of yellow passion fruit using selection indices. Revista Ceres, v. 59, n. 1, p. 95-101, 2012.

SANTOS, C. E. M. et al. Componentes genéticos aditivos e não aditivos em maracujazeiro-azedo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 46, n. 5, p. 482-490, 2011.

SINGH, D. The relative importance of characters affecting genetic divergence. The Indian Journal of Genetic and Plant Breeding, v. 41, n. 1, p. 237-245, 1981.

SOUSA, J. S. I. de; MELETTI, L. M. M. Maracujá: espécies, variedades e cultivo. Piracicaba: Fealq, 1997. 179 p.

SOUSA, L. B. et al. Caracterização e divergência genética de acessos de Passiflora edulis e P. cincinnata com base em características físicas e químicas de frutos. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 34, n. 3, p. 832-839, 2012.

SUDRÉ, C. P. et al. Divergência genética entre acessos de pimenta e pimentão utilizando técnicas multivariadas. Horticultura Brasileira, v. 23, n. 1, p. 22-27, 2005.

TUPINAMBÁ, D. D. et al. Pulp yield and mineral content of commercial hybrids of yellow passion fruits. Brazilian Journal of Food Technology, v. 15, n. 1, p. 15-20, 2012.

VIANNA-SILVA, T. et al. Determinação da maturidade fisiológica de frutos de maracujazeiro-amarelo colhidos na região norte do estado do Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 32, n. 1, p. 57-66, 2010.

YOKOMIZO, G. K-I.; FARIAS NETO, J. T. Caracterização fenotípica e genotípica de progênies de pupunheira para palmito. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 38, n. 1, p. 67-72, 2003.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.