Critical ranges for leaf nitrogen and potassium levels in coffee fertigated at the production phase

Gleice Aparecida de Assis, Rubens José Guimarães, Alberto Colombo, Myriane Stella Scalco, Anderson William Dominghetti

Resumo


With the aim of establishing critical ranges for the leaf nitrogen (N) and potassium (K) levels in fertigated coffee crops under production, an experiment was carried out in the experimental area of the Sector for Coffee Cultivation of the Department of Agriculture at the Federal University of Lavras, in Brazil. Treatments consisted of five levels of fertilizer applied through fertigation: 30%, 80%, 130%, 180% and 230% of the recommended amounts of N and K for rainfed coffee grown in Minas Gerais. A randomised block design with four replications was used. Critical ranges for nutrient concentrations in the leaves were established from the results of growth characteristics (plant height and stem diameter), leaf analyses and productivity. The results obtained were: a) nitrogen (g kg-1): 32.39 to 32.40 for January/February; 33.60 to 33.61 for March/April; 27.39 to 27.42 for May/June; 24.23 to 24.24 for July/August; 26.06 to 26.09 for September/October and 26.50 to 26.51 for November/December; b ) potassium (g kg-1): 20.08 to 20.14 for January/February; 17.89 to 17.91 for March/April; 15.93 to 15.96 for May/June; 15.29 to 15.35 for July/August; 16.61 to 16.64 for September/October and 20.58 to 20.64 for November/December.

Palavras-chave


offea arabica L.; Irrigated coffee; Critical level; Foliar diagnosis

Texto completo:

PDF

Referências


CARVALHO, A. M. et al. Correlação entre crescimento e produtividade de cultivares de café em diferentes regiões de Minas Gerais, Brasil. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 45, n. 3, p. 269-275, 2010.

CARVALHO, C. H. M. et al. Evolução do crescimento do cafeeiro (Coffea arabica L.) irrigado e não irrigado em duas densidades de plantio. Ciência e Agrotecnologia, v. 30, n. 2, p. 243-250, 2006.

CLEMENTE, F. M. V. T. et al. Faixas críticas de teores foliares de macronutrientes no cafeeiro em pós-plantio - Primeiro Ano. Coffee Science, v. 3, n. 1, p. 47-57, 2008.

COSTA, A. R. et al. Número de ramos plagiotrópicos e produtividade de duas cultivares de cafeeiro utilizando irrigação por gotejamento. Revista Ciência Agronômica, v. 41, n. 4, p. 571-581, 2010.

FERREIRA, D. F. SISVAR: um programa para análises e ensino de estatística. Revista Symposium, v. 6, n. 1, p. 36-41, 2008.

FREITAS, Z. M. T. S. et al. Avaliação de caracteres quantitativos relacionados com o crescimento vegetativo entre cultivares de café arábica de porte baixo. Bragantia, v. 66, n. 2, p. 267-275, 2007.

GONÇALVES, S. M. et al. Faixas críticas de teores foliares de micronutrientes em mudas de cafeeiro (Coffea arabica L.) produzidas em tubetes. Revista Ciência e Agrotecnologia, v. 33, n. 3, p. 743-752, 2009.

GONTIJO, R. A. N. et al. Faixas críticas de teores foliares de micronutrientes em mudas de cafeeiro (Coffea arabica L.). Coffee Science, v. 2, n. 2, p. 135-141, 2007.

GUIMARÃES, P. T. G. et al. Cafeeiro. In: RIBEIRO, A. C.; GUIMARÃES, P. T. G.; ALVAREZ, V. V. H. (Ed.). Recomendação para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais: 5a aproximação. Viçosa: Comissão de Fertilidade do Solo do Estado de Minas Gerais, 1999. p. 289‑302.

MALAVOLTA, E. et al. Seja o doutor do seu cafezal. Piracicaba: Potafos, 1993. 36 p. (Arquivo do Agrônomo, 3)

MARTINEZ, H. E. P. et al. Faixas críticas de concentrações de nutrientes e avaliação do estado nutricional de cafeeiros em quatro regiões em Minas Gerais. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 38, n. 6, p. 703-713, 2003.

MATIELLO, J. B. et al. Cultura de café no Brasil: manual de recomendações. Rio de Janeiro: MAPA/PROCAFÉ, 2010. 542 p.

QUINTELA, M. P. et al. Parâmetros produtivos e nutricionais do cafeeiro submetido adubação nitrogenada na região de Garanhuns. Revista Caatinga, v. 24, n. 4, p. 74-79, 2011.

RENA, A. B.; MAESTRI, M. Fisiologia do cafeeiro. In: RENA, A. B. et al. (Ed.). Cultura do cafeeiro: fatores que afetam a produtividade. Piracicaba: Associação Brasileira para Pesquisa da Potassa e do Fosfato, 1986. p. 13-85.

REUTER, D. J.; ROBINSON, J. B. Plant analysis: an interpretation manual. Melbourne: Inkata, 1988. 218 p.

REZENDE, F. C. et al. Cafeeiro recepado e irrigado em diferentes épocas: produtividade e qualidade. Coffee Science, v. 5, n. 3, p. 229-236, 2010.

SANTINATO, R.; FERNANDES, A. L. T. Cultivo do cafeeiro irrigado por gotejamento. 2. ed. Uberaba, 2012. 388 p.

SCALCO, M. S. et al. Cultivo irrigado e não irrigado do cafeeiro em plantio superadensado. Coffee Science, v. 6, n. 3, p. 193-202, 2011.

SILVA, C. A. da; TEODORO, R. E. F.; MELO, B. de. Produtividade e rendimento do cafeeiro submetido a lâminas de irrigação. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 43, n. 3, p. 387-394, 2008.

SILVA, E. B. et al. Adubação potássica do cafeeiro: produção, faixas críticas de nutrientes no solo e nas folhas. Ciência e Agrotecnologia, v. 25, n. 4, p. 801-811, 2001.

SOBREIRA, F. M. et al. Adubação nitrogenada e potássica de cafeeiro fertirrigado na fase de formação, em plantio adensado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 46, n. 1, p. 9-16, 2011.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.