Desenvolvimento de metodologia para obtenção de haplóides de cajueiro (Anacardium occidentale L.) via cultura de anteras

Jamili Silva Fialho, Dalva Maria Bueno, Antônio Teixeira Cavalcante Júnior, Cristina Paiva da Silveira Carvalho

Resumo


Foram pesquisados ambientes e meios de cultura visando a desenvolver metodologias para obtenção de haplóides de cajueiro (Anacardium occidentale L.) via cultura de anteras. Os botões florais foram coletados de plantas matrizes do clone anão precoce CCP 76. Realizaram-se avaliações quanto às freqüências de oxidação e de contaminação e ao grau de desenvolvimento. Quanto ao índice de desenvolvimento, verificou-se que as anteras se comportaram melhor quando mantidas inicialmente no escuro e transferidas para o mesmo meio com concentrações ou proporções diferentes, ou para outro meio que favorecesse seu crescimento após indução inicial. Em geral, o carvão ativado, acrescido ao meio nutritivo, inibiu a oxidação em detrimento das anteras conduzidas no claro, trocadas de lugar a cada quatro dias, na mesma placa de Petri, as quais apresentaram a maior freqüência de oxidação. O melhor grau de desenvolvimento foi alcançado nos meios MS e MS/4 e quando o Thidiazuron foi acrescido na concentração 0,005 μM. Os resultados gerais mostraram que, para as anteras estudadas, ocorreram desenvolvimento e formação de calos sem, contudo, terem apresentado células embriogênicas, sugerindo outros estudos de fatores como mudança de meio de cultura após choque inicial no escuro.


Palavras-chave


culture medium, early dwarf clone CCP 76, propagation.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.