Qualidade fisiológica das sementes de gergelim durante o armazenamento

Denise Castro Lima, Alek Sandro Dutra, Juliana de Mesquita Camilo

Resumo


O gergelim (Sesamum indicum L.), é uma das plantas oleaginosas mais antigas e utilizadas pela humanidade, apresenta grande potencial econômico, devido às possibilidades de exploração tanto no mercado nacional como internacional. Objetivou-se com este trabalho monitorar a viabilidade das sementes de gergelim armazenadas em diferentes ambientes e embalagens visando a sua conservação. As sementes foram acondicionadas em embalagens de saco papel, papel multifoliado, polietileno preto e garrafa pet e armazenadas por um período de doze meses em diferentes ambientes: câmara fria e seca (10 °C e 55% UR), ambiente natural (30-32 °C e 75% UR), geladeira (4 °C e 38 a 43% UR) e freezer (-20 °C). A cada três meses as sementes foram submetidas às seguintes avaliações: determinação do teor de água, germinação, envelhecimento acelerado, índice de velocidade de emergência e massa da matéria seca das plântulas. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, no esquema de parcelas subsubdivididas, com quatro repetições. Os resultados evidenciaram que as sementes de gergelim permanecem viáveis por até doze meses quando armazenadas em ambiente da câmara fria e seca e da geladeira, independente do tipo de embalagem utilizada. Em ambiente natural, as sementes permanecem viáveis por ate seis meses de armazenamento. Em ambiente do freezer, a embalagem de papel é a mais indicada para o acondicionamento das sementes de gergelim por até doze meses.

Palavras-chave


Armazenamento; Germinação; Conservação

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.