Eficiência simbiótica de progenitores de cultivares brasileiras de feijão-caupi

Rosa Maria Cardoso Mota de Alcantara, Gustavo Ribeiro Xavier, Norma Gouvêa Rumjanek, Maurisrael de Moura Rocha, Jackeline dos Santos Carvalho

Resumo


Devido à variabilidade das leguminosas quanto à eficiência da fixação biológica de nitrogênio (FBN), tem sido enfatizada a importância do melhoramento genético vegetal no favorecimento da fixação do nitrogênio. Este estudo teve como objetivo avaliar a eficiência simbiótica de progenitores de cultivares brasileiras de feijão-caupi e dar suporte científico à inclusão da FBN ao programa de melhoramento genético da cultura do feijão-caupi no Brasil. O experimento foi conduzido em Teresina, Piauí. Utilizou-se delineamento experimental em blocos casualizados em esquema fatorial 6 x 5, com três repetições, sendo seis fontes de N: quatro estirpes de bactérias diazotróficas (BR 3267, BR 3299, BR 3262 e INPA 03-11B), um tratamento com nitrogênio mineral e outro sem inoculação e sem N; e cinco genótipos de feijão-caupi: quatro progenitores (TVu 1190, Pitiúba, CNC 0434 e Alagoano) e uma cultivar (BRS Guariba). Na análise de variância utilizou-se software SAS e as médias foram comparadas pelo teste Tukey. O progenitor Alagoano destacou-se dos demais em eficiência de nodulação, foi superior ao Pitiúba em massa seca de nódulos e diferiu do TVu 1190 em nitrogênio acumulado na parte aérea. Para nitrogênio derivado da fixação biológica verificou-se uma variação média de 49,42 a 65,50%. Nos componentes de produção, o Alagoano se destacou em massa de vagem, comprimento de vagem e massa de 100 sementes. Concluiu-se que os progenitores avaliados são responsivos a FBN e que há indícios de especificidade entre os progenitores e as estirpes de rizóbio. O progenitor Alagoano apresenta resultados mais promissores nos componentes de nodulação e produção.


Palavras-chave


Feijão-caupi-melhoramento genético; Plantas-inoculação; Plantas-efeito do nitrogênio

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.