Water allocations and mulching in castor bean crops in a semiarid Fluvic Neossol

Júlio José do Nascimento Silva, Abelardo Antônio Assunção Montenegro, Elvira Maria Régis Pedrosa, Napoleão Esberard de Macedo Beltrão, Hugo Manoel Henrique

Resumo


Avaliou-se a influência de diferentes lâminas de irrigação na presença e ausência de cobertura morta nas variáveis de crescimento, produtividade, componentes de produção e eficiência do uso da água, da cultura mamoneira (Ricinus Comunnis) cultivar BRS Energia em Neossolo Flúvico no semiárido pernambucano. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial 4 (lâminas de irrigação) × 2 (com e sem cobertura morta) com quatro repetições. As lâminas de irrigação basearam-se na evapotranspiração de cultura (ETc), sendo L1 = 60% ETc; L2 = 80% ETc; L3 = 100% ETc e L4 = 120% ETc. Todas as variáveis de crescimento apresentaram diferença significativa à cobertura morta aos 120 dias após a germinação. O número de racemos por planta, o percentual de casca e a eficiência no uso da água responderam significativamente à presença de cobertura morta no solo; enquanto o comprimento de racemos, a produtividade de frutos e produtividade de bagas responderam significativamente aos efeitos isolados das lâminas e da cobertura do solo. As lâminas L3 e L4 foram as que permitiram melhor desempenho da cultura, com produtividade média acima de 2.360 kg ha-1 de bagas.


Palavras-chave


Irrigação; Crescimento; Componentes de produção

Texto completo:

PDF

Referências


ALLEN, R. G. et al. Crop evapotranspiration: Guidelines for computing crop water requirements. Rome: FAO, 1998. 300 p. (Irrigation and drainage paper, 56).

AIRES, R. F.; SILVA, S. D. A.; EICHOLZ, E. D. Análise de crescimento de mamona semeada em diferentes épocas. Ciência Rural, v. 41, n. 8, p. 1347-1353, 2011.

BARRETO, H.B.F.; et al. Avaliação do crescimento de acessos de mamona cultivada sob irrigação na região de Mossoró-RN, Brasil. Revista Verde, v. 5, n. 2, p. 185-193, 2010.

BARROS JÚNIOR, G. et al. Consumo de água e eficiência do uso para duas cultivares de mamona submetidas a estresse hídrico. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 12, n. 4, p. 350-355, 2008.

BIZINOTO, T. K. M. C. et al. Cultivo da mamoneira influenciada por diferentes populações de plantas. Bragantia, v. 69, n. 2, p. 367-370, 2010.

CARDOSO, G. D. et al. Uso da análise de crescimento não destrutiva como ferramenta para avaliação de cultivares. Revista de Biologia e Ciências da Terra, v. 6, n. 2, p. 79-84, 2006.

CARVALHO, E. V. et al. Densidade de plantio em duas cultivares de mamona no Sul do Tocantins. Revista Ciência Agronômica, v. 41, n. 3, p. 387-392, 2010.

CAVALCANTI, F. J. de A. (Coord.). Recomendações de adubação para o Estado de Pernambuco: (2a aproximação). 2 ed. rev. Recife: IPA, 2008. 198 p.

DEVIDE, A. C. P. et al. Plantio direto de mamona ‘IAC 80’ com culturas alimentares. Ciência Agrotecnológica, v. 34, n. 3, p. 653-659, 2010.

DIAS, J. M. Eficiência de uso da água e rentabilidade da cultura da mamona irrigada. 2009. 137 f. Tese (Doutorado em Recursos Naturais - Processos Ambientais) - Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, 2009.

DINIZ NETO, M. A. et al. Adubação NPK e épocas de plantio para mamoneira. I - Componentes da produção e produtividade. Revista Ciência Agronômica, v. 40, n. 4, p. 578-587, 2009.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA . Manual de métodos de análises de solo. 2. ed. Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura e do Abastecimento, 1997. 212 p.

FERRARI NETO, J. et al. Plantas de cobertura, manejo da palhada e produtividade da mamoneira no sistema plantio direto. Revista Ciência Agronômica, v. 42, n. 4, p. 978-985, 2011.

FREITAS, C. A. S. et al. Comportamento de cultivares de mamona em níveis de irrigação por gotejamento em Pentecoste, CE. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 14, n. 10, p. 1059-1066, 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Levantamento Sistemático da Produção Agrícola. Disponível em http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/agropecuaria/lspa/lspa_201111_6.sh. Acesso em: 28 dez. 2011.

KELLER, J.; BLIESNER, R. D. Sprinkler and trickle irrigation. New York: Van Nostrand Reinhold, 1990. 652 p.

MEDEIROS, J. F. et al. Produção de melão Cantaloupe influenciado por coberturas do solo, agrotêxtil e lâminas de irrigação. Horticultura Brasileira, v. 25, n. 4, p. 538-543, 2007.

MOREIRA, L. G. et al. Efeitos de diferentes lâminas de irrigação na produtividade da mamoneira variedade IAC Guarani. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v. 4, n. 4, p. 449-455, 2009.

NASCIMENTO, A. H. C. et al. Desenvolvimento da mamoneira com diferentes níveis de calagem em um Latossolo Vermelho-Amarelo compactado. Revista Brasileira Ciências Agrárias, v. 5, n. 2, p. 163-169, 2010.

PEIXOTO, C. P. et al. Índices fisiológicos de cultivares de mamoneira nas condições agroecológicas do recôncavo baiano. Magistra, v. 22, n. 34, p. 168-177, 2010.

PEREIRA, F. S. G. Biomassa de oleaginosa como fonte alternativa de energia (Ricinus communis L.). 2007, 98 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Tecnologia Ambiental) - Instituto de Tecnologia de Pernambuco, Recife, 2007.

RIBEIRO M. C. F. et al. Crescimento e produtividade da mamoneira irrigada com diferentes diluições de esgoto doméstico tratado. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 16, n. 6, p. 639-646, 2012.

SANTOS, J. F. et al. Componentes de produção e produtividade de mamoneira “BRS Energia” em função da adubação orgânica. Tecnologia & Ciência Agropecuária, v. 4, n. 1, p. 01-07, 2010.

SAS INSTITUTE. The SAS System for windows: Release version: 6.8, 3. ed. Cary: 1998. 1 CD-ROM.

SEVERINO, L. S. et al. Método para determinação da área foliar da mamoneira. Revista Brasileira de Oleaginosas e Fibrosas, v. 8, n. 1, p. 753-762, 2004.

SILVA, A. R. A. et al. Desempenho de cultivares de girassol sob diferentes lâminas de irrigação no Vale do Curu, CE. Revista Ciência Agronômica, v. 42, n. 1, p. 57-64, 2011.

SILVA, M. M. Irrigação com efluentes secundários no crescimento, produtividade e concentração de nutrientes no solo e na mamoneira. 2010. 77 f. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Campina Grande, Campina Grande, 2010.

SILVA, S. M. S. et al. Dotações hídricas em densidades de plantas na cultura da mamoneira cv. BRS Energia. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v. 4, n. 3, p. 338-348, 2009.

SILVA, S. M. S. et al. Desenvolvimento e produção de duas cultivares de mamoneira sob estresse salino. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 12, n. 4, p. 335-342, 2008.

SOUZA, E. R.; MONTENEGRO, A. A. A.; MONTENEGRO, S. M. G. Variabilidade espacial da umidade do solo em lote irrigado no semiárido. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v. 13, n. 2, p. 23-28, 2008.

SORATTO, R. P. et al. Espaçamento e população de plantas de mamoneira de porte baixo para colheita mecanizada. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 46, n. 3, p. 245-253, 2011.

ZUCHI, J. et al. Componentes do rendimento de mamona segundo a ordem floral e época de semeadura no Rio Grande do Sul. Revista Ciência Agronômica, v. 41, n. 3, p. 380-386, 2010.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.