Características agronômicas do cultivo de girassol consorciado com Brachiaria ruziziensis

Fábio Régis de Souza, Ismael Martins da Silva, Douglas Martins Pereira Pellin, Anderson Cristian Bergamin, Renan Pereira da Silva

Resumo


O girassol vem apresentando aptidão para opção de rotação e sucessão de culturas em regiões produtoras de grãos, e quando cultivado em consórcio mostra-se como opção interessante para o sistema integração lavoura-pecuária. Este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho agronômico do consórcio girassol com Brachiaria ruziziensis em diferentes épocas de semeadura e espaçamento entre linhas. O experimento foi conduzido na Área Experimental do Centro Universitário da Grande Dourados - UNIGRAN, no município de Dourados, MS. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados em esquema fatorial com 3 x 2 x 2 (três épocas de semeadura, dois espaçamentos 0,45 e 0,90 m e dois sistemas de cultivo-solteiro e consorciado com brachiária nas entrelinhas) com quatro repetições. As características agronômicas avaliadas da variedade EMBRAPA 122 de girassol foi altura de plantas, diâmetro de capítulo, número de aquênios por capítulo, massa de 100 aquênios, produtividade e teor de óleo. O Sistema de consórcio Girassol/brachiaria quando semeado em 08 de março promoveu maior produtividade e quando semeado em 21 de fevereiro proporcionou maior altura de planta, diâmetro de caule e diâmetro de capítulo. O teor de óleo e massa de 100 aquênios foi maior quando semeado em 08 e 23 de março. O espaçamento de 0,90 m proporcionou maior quantidade de aquênios por capítulo.


Palavras-chave


Girassol; Capim Brachiaria; Semeadura

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, J. B. R. de et al. Avaliação da produção de capítulos e de matéria seca total de quatro cultivares de girassol (Helianthus annuus). In: REUNIÃO NACIONAL DE PESQUISA DE GIRASSOL, 14; SIMPÓSIO NACIONAL SOBRE A CULTURA DO GIRASSOL, 2., 2001, Rio Verde. Resumos... Rio Verde: FESURV/IAM. p. 48- 49.

ALVES, G. da S. et al. Períodos de interferência das plantas daninhas na cultura do girassol em Rondônia. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 17, n. 3, p. 275-282, 2013.

AMABILE, R. F.; GUIMARÃES, D. P.; NETO, A. L de. Análise de crescimento de girassol em Latossolo com diferentes níveis de saturação por bases no Cerrado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 38, n. 2, p. 219-224, 2003.

AQUINO, L. A. de.; SILVA, F. D. B. da.; BERGER, P. G. Características agronômicas e o estado nutricional de cultivares de girassol irrigado. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 17, n. 5, p. 551-557, 2013.

BISCARO, G. A. et al.Adubação nitrogenada em cobertura no girassol irrigado nas condições de Cassilândia, MS. Ciência e Agrotecnologia, v. 32, n. 5, p. 1366-1373, 2008.

BRAZ, M. R. S.; ROSSETO, C. A. V. Acúmulo de nutrientes e rendimento de óleo em plantas de girassol influenciados pelo vigor dos aquênios e pela densidade de semeadura. Semina: Ciências Agrárias, v. 31, n. 4, p. 1193-1204, 2010.

BRAZ, M. R. S.; ROSSETO, C. A. V. Estabelecimento de plântulas e desempenho de plantas em resposta ao vigor dos aquênios de girassol. Ciência Rural, v. 39, n. 7, p. 1997-2003, 2009.

BRIGHENTI, A. M. et al. Integração lavoura-pecuária: a cultura do girassol consorciada com Brachiaria ruziziensis. Juiz de Fora: EMBRAPA-CNPGL, 2008. 12 p. (EMBRAPA-CNPGL. Circular Técnica, 96).

CALEGARI, A. Rotação de culturas e plantas de cobertura como sustentáculo do sistema de plantio direto. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, Londrina, 2001. Anais... Londrina, Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2001. p. 241.

CASTRO, C. de; FARIAS, J. R. B. Ecofisiologia do girassol. In: LEITE, R. M. V. B. C.; BRIGHENTI, A. M.; CASTRO, C. de. Girassol no Brasil. Londrina: Embrapa Soja, 2005. cap. 9, p. 163-218.

CECCON, G. Milho safrinha com solo protegido e retorno econômico em Mato Grosso do Sul. Revista Plantio Direto, v. 16, n. 97, p. 17-20, 2007.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Centro Nacional de Pesquisa de Soja. Girassol. Disponível em: http://www.cnpso.embrapa.br/index. Acesso em: 15 out. 2010.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA.Centro Nacional de Pesquisa em Solos. Sistema Brasileiro de Classificação do Solos. Brasília. Rio de Janeiro: Embrapa-Solos, 2006. 306 p.

FIETZ, C. R.; FISCH, G. F. Avaliação de modelos de estimativa do saldo de radiação e do método de Priestley-Taylor para a região de Dourados, MS. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 13, n. 4, p. 449-453, 2009.

HARRIS, H. C.; Mc WILLIAN, J. R.; MASON, W. K. Influence of temperature on oil contentand composition of sunflower seed. Australian Journal of agricultural Research, v. 29, n. 4, p. 1203-12, 1978.

INSTITUTO ADOLFO LUTZ. Normas analíticas do Instituto Adolfo Lutz: métodos químicos e físicos para análise de alimentos. São Paulo, 1985. p. 520-533.

IVANOFF, M. E. A. et al. Formas de aplicação de nitrogênio em três cultivares de girassol na savana de Roraima. Revista Ciência Agronômica, v. 41, n. 3, p. 319-325, 2010.

MELLO, R. et al. Características fenológicas, produtivas e qualitativas de girassol em diferentes épocas de semeadura para produção de silagem. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 35, n. 3, p. 672-682, 2006.

PORTO, W. S.; CARVALHO, C. G. P. de; PINTO, R. J. B. Adaptabilidade e estabilidade como critérios para seleção de genótipos de girassol. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 42, n. 4, p. 491-499, 2007.

SILVA, A. G. et al. Desempenho de híbridos de girassol em espaçamentos reduzidos. Semina: Ciências Agrárias, v. 30, n. 1, p. 31-38, 2009.

SILVA, F. de A. S.; AZEVEDO, C. A. V. de. A New Version of The Assistat-Statistical Assistance Software. In: WORLD CONGRESS ON COMPUTERS IN AGRICULTURE, 4, Orlando-FL-USA, 2006. Anais... Orlando: American Society of Agricultural and Biological Engineers, 2006. p. 393-396.

SILVA, P. R. F.; FREITAS, T. F. S. Biodiesel: o ônus e o bônus de produzir combustível. Ciência Rural, v. 38, n. 3, p. 843-851, 2008.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia vegetal. Porto Alegre: Artmed, 2004. p. 449-484.

UNGARO, M. R. G. et al. Influência da temperatura do ar na composição de aquênios de girassol. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 32, n. 4, p. 351-356, 1997.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.