The use of different clustering methods in the evaluation of genetic diversity in upland cotton

Laíse Ferreira de Araújo, Wener Santos de Almeida, Cândida Hermínia Campos de Margalhães Bertini, Francisco das Chagas Vidal Neto, Ervino Bleicher

Resumo


A geração e avaliação contínua de novos genótipos, por meio do melhoramento genético, é fundamental para a obtenção de novas cultivares. Foi o objetivo deste trabalho avaliar a divergência genética entre cultivares de algodoeiro herbáceo (Gossypium hirsutum L.), por meio de características agronômicas e tecnológicas da fibra, visando à seleção de parentais superiores. O experimento foi implantado na Universidade Federal do Ceará, Fortaleza/CE, em 2010. Foram usadas 11 cultivares de algodão herbáceo, utilizando o delineamento experimental em blocos casualizados, com três repetições. Para avaliação da divergência genética entre as cultivares foi obtida a matriz de distâncias generalizada de Mahalanobis, e em seguida, realizado agrupamento por diferentes métodos, sendo eles o método da ligação simples, de Ward, da ligação completa, da mediana, da ligação média dentro de grupo e da ligação média entre grupo. Há variabilidade genética entre os genótipos avaliados. O método de agrupamento que apresentou maior consistência foi a ligação média entre grupo. O peso médio do capulho apresentou a maior contribuição para a diversidade genética, seguida do alongamento à ruptura dentre os caracteres avaliados. As cultivares de maior divergência genética, usando o método de ligação média entre grupo, foram a BRS Acácia e LD Frego; as de maior similaridade foram a BRS Itaúba e BRS Araripe.


Palavras-chave


Gossypium hirsutum L.; Qualidade da fibra; Características agronômicas

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, R. M. et al. Seleção de descritores botânico-agronômicos para caracterização de germoplasma de cupuaçuzeiro. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 38, n. 7, p. 807-818, 2003.

BERTAN, I. et al. Comparação de métodos de agrupamento na representação da distância morfológica entre genótipos de trigo. Revista Brasileira de Agrociência, v. 12, n. 3, p. 279-286, 2006.

BERTINI, C. H. C. de M. et al. Characterization and genetic diversity analysis of cotton cultivars using microsatellites. Genetics and Molecular Biology, v. 29, n. 2, p. 321-329, 2006.

CARGNELUTTI FILHO, A. et al. Comparação de métodos de agrupamento para o estudo da divergência genética em cultivares de feijão. Ciência Rural, v. 38, n. 8, p. 2138-2145, 2008.

CARGNELUTTI FILHO, A.; GUADAGNIN, J. P. Consistência do padrão de agrupamento de cultivares de milho. Ciência Rural, v. 41, n. 9, p. 1503-1508, 2011.

CARGNELUTTI FILHO, A.; RIBEIRO, N. D.; BURIN, C. Consistência do padrão de agrupamento de cultivares de feijão conforme medidas de dissimilaridade e métodos de agrupamento. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 45, n. 3, p. 236-243, 2010.

CARVALHO, L. P. et al. Análise da diversidade genética entre acessos de banco ativo de germoplasma de algodão. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 38, n. 10, p. 1149-1155, 2003.

CONAB, 2010. Disponível em:< http://www.conab.gov.br/OlalaCMS/uploads/arquivos/fd72eb40e00a80951993a03948e3fdf9.pdf>. Acesso em: 03 de mar. 2012.

COSTA, J. N. et al. Divergência genética entre acessos do banco ativo de germoplasma de algodoeiro: Gossypium hirsutum L. var. latifolium. In: III SIGERALC, 2001, Londrina, Anais... Londrina: Embrapa/CENARGEM, 2001.

CRUZ, C. D. Programa Genes: Biometria. Viçosa, 2006. 382 p.

CRUZ, C. D.; CARNEIRO, P. C. S. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. Viçosa: UFV, 2003. 585 p.

INMET, 2008. Disponível em:< http://www.inmet.gov.br./>. Acesso em: 10 de mar. 2012.

MCCARTY, J. C.; WU, J.; JENKINS, J. N. Use of primitive derived cotton accessions for agronomic and fiber traits improvement. Crop Science, v. 47, n. 1, p. 100-110, 2007.

MENEZES, I. P. P. de et al. Distância Genética entre linhagens Avançadas de Germoplasma de Algodão usando Marcadores de RAPD e Microssatélite. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 43, n. 10, p. 1339-1347, 2008.

MISSIO, R. F.; MORAES, M. L. T.; DIAS, L. A. S. Efeito do desbaste seletivo sobre a divergência genética em progênies de Pinus caribaea Morelet var. bahamensis. Scientia Forestalis, v. 73, n. 1, p. 27-36, 2007.

OZYIGIT, I. I. In vitro shoot development from three different nodes of cotton (Gossypium hirsutum L.). Notulae Botanicae Horti Agrobotanici Cluj-Napoca, v. 37, n. 1, p. 74-78, 2009.

RAHMAN, M.; HUSSAIN, D.; ZAFAR, Y. Estimation of genetic divergence among elite cotton cultivars: genotypes by DNA fingerprinting technology. Crop Science, v. 42, n. 6, p. 2137-2144, 2002.

ROTILI, E. A. et al. Divergência genética em genótipos de milho, no Estado do Tocantins. Revista Ciência Agronômica, v. 43, n. 3, p. 516-521, 2012.

SILVA FILHO, J. L. et al. Diversidade Genética entre cultivares comerciais de algodão (Gossypium hirsuntum L.). In: CONBRESSO BRASILEIRO DE ALGODÃO, 2005, Salvador, Anais... Salvador: V CONGRESSO BRASILEIRO DE ALGODÃO: algodão, uma fibra natural.

SINGH, D. The relative importance of characters affecting genetic divergence. The Indian Journal of Genetic and Plant Breeding, v. 41, n. 1, p. 237-245, 1981.

ULLAH, I. et al. Genetic diversity analysis of Bt cotton genotypes in Pakistan using simple sequence repeat markers. Genetics and Molecular Research, v. 11, n. 1, p. 597-605, 2012.

ZHANG, J. et al. Molecular marker diversity and fi eld performance in commercial cotton cultivars evaluated in the Southwestern USA. Crop Science, v. 45, n. 4, p. 1483-1489, 2005.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.