Evapotranspiração e coeficiente de cultivo da pimenteira em lisímetro de drenagem

Sérgio Weine Paulino Chaves, Benito Moreira de Azevedo, José Francismar de Medeiros, Francisco Marcus Lima Bezerra, Neuzo Batista de Morais

Resumo


Com o objetivo de estimar a evapotranspiração (ETC) e o coeficiente de cultivo (Kc) da pimenteira, cv. Tabasco McIlhenny, foi desenvolvido um experimento na Fazenda Experimental Vale do Curu, pertencente à Universidade Federal do Ceará-UFC, localizada no município de Pentecoste-CE, durante o período de setembro de 2003 a janeiro de 2004. Para estimativa da evapotranspiração da cultura foram utilizados três lisímetros de drenagem. A evapotranspiração de referência (ETo) foi estimada pelo método de Penman-Monteith (FAO), sendo o coeficiente de cultivo da pimenteira dado pela relação: Kc = ETC/ETo, em suas diversas fases de desenvolvimento. Os valores de Kc obtidos evidenciaram um comportamento crescente durante todo período vegetativo e um decréscimo na colheita. Esses valores foram 0,96 (fase inicial), 1,29 (fases de desenvolvimento, floração e frutificação) e 1,24 (fases de maturação e colheita).


Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.