Seleção de pré-cultivares de milho-pipoca baseado em índices não-paramétricos

Cássio Vittorazzi, Antonio Teixeira do Amaral Júnior, Leandro Simões Azeredo Gonçalves, Liliam Silvia Candido, Thiago Rodrigues da Conceição Silva

Resumo



O presente trabalho teve como objetivo fazer uma seleção prévia de pré-cultivares de milho-pipoca para o registro no MAPA, com base em diferentes caracteres, utilizando o índice de Garcia e o de soma de classificação, priorizando-se o rendimento de grãos e capacidade de expansão. Foram avaliados 16 genótipos de milho-pipoca, sendo oito variedades de polinização aberta (BRS Angela, UFVM2 - Barão de Viçosa, Viçosa, Beija-Flor, SAM, UNB2U-C3, UNB2U-C4 e UNB2U-C5) e oito híbridos (Zelia, Jade, IAC 112, P1 x P3, P1 x P7, P2 x P4, P2 x P9 e P3 x P7), em cinco ambientes. O delineamento experimental adotado foi blocos ao acaso, com três repetições, tendo sido avaliadas as características altura de planta, estande, tombamento, capacidade de expansão e rendimento de grãos. Os efeitos dos genótipos e ambientes foram significativos para todas as características, enquanto que suas interações o foram apenas para tombamento e rendimento de grãos. Os índices de Garcia e da soma de classificação foram positivamente correlacionados na classificação dos genótipos, ambos permitindo indicar as pré-cultivares UNB2U-C5 e P1 x P7 como as de melhor desempenho para regiões Norte e Noroeste do Estado do Rio de Janeiro.

Palavras-chave


Zea mays L.; Valor de cultivo e uso; Características agronômicas; Capacidade de expansão

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.