Desempenho agronômico do feijão-caupi, cv. Rouxinol, em função de espaçamentos entre linhas e densidades de plantas sob regime de sequeiro

Milton José Cardoso, Valdenir Queiroz Ribeiro

Resumo


Um experimento foi conduzido no município de Teresina-PI, em um Argissolo Amarelo, sob regime de sequeiro, no ano agrícola de 2002/2003, com o objetivo de avaliar o comportamento produtivo do feijão-caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp.), cv. Rouxinol, em diferentes espaçamentos entre fileiras e densidades de plantas. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial 3 x 4, com quatro repetições, envolvendo três espaçamentos entre fileiras (50; 70 e 90 cm) e quatro densidades (4; 8; 12 e 16 plantas.m-2). A interação espaçamentos x densidades de plantas não foi significativa, evidenciando que o efeito dos espaçamentos foi independente das densidades de plantas, e vice-versa. Os rendimentos de grãos e a produção de grãos por planta foram influenciados pelos espaçamentos, sendo observados efeitos lineares decrescentes com o aumento do espaçamento. O número de vagens por planta e a produção de grãos por planta se comportaram de maneira linear decrescente com o acréscimo do número de plantas por área, que também afetou o rendimento de grãos, de forma quadrática. O máximo rendimento de grãos, da ordem de 1.670 kg.ha-1, foi obtido com 7,75 plantas.m-2.


Palavras-chave


grain yield, plant population, Vigna unguiculata.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.