Estimativa da evapotranspiração e coeficiente de cultivo da Heliconia psittacorum L x H. spathocircinada (Arist) cultivada em ambiente protegido

Antônia Renata Monteiro Gomes, João Hélio Torres D’Ávila, Rubens Sonsol Gondim, Fred Carvalho Bezerra, Francisco Marcus Lima Bezerra

Resumo


O estudo foi desenvolvido em ambiente protegido, do tipo telado, na Região Litorânea do Estado do Ceará, objetivando estimar a evapotranspiração e o coeficiente de cultivo da Heliconia psittacorum L x H. spathocircinada (Arist), variedade Alan carle. Estimou-se a evapotranspiração da cultura (ETc), pelo método do balanço hídrico em volume de solo controlado em campo. Para o cálculo da evapotranspiração de referência (ETo), utilizou-se o método do tanque classe “A”. Utilizou-se um tanque classe “A” instalado dentro do telado e outro tanque classe “A” instalado em uma estação agrometeorológica, distante 500 m da área experimental. Com base nos valores de ETc e ETo, determinou-se o coeficiente de cultivo (Kc), em cada fase de desenvolvimento. A taxa de evapotranspiração média da cultura foi de 2,2 mm.dia-1. Os valores de coeficientes de cultivo (Kc) obtidos pela evapotranspiração de referência estimada pelo tanque classe “A” instalado no interior do telado foram maiores do que aqueles obtidos com a ETo estimada pelo tanque classe “A” da estação agrometeorológica. Dessa forma, os valores médios dos coeficientes de cultivo encontrados para a fase inicial, vegetativa e floração foram 0,41; 0,78 e 1,26 respectivamente, quando utilizou-se o tanque classe “A” interno, e 0,29; 0,60 e 0,92, utilizando-se a ETo do tanque classe “A” externo.


Palavras-chave


Alan carle, irrigation management, class A pan evaporation.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.