Condutividade elétrica em sementes de feijão caupi

Alek Sandro Dutra, Sebastião Medeiros Filho, Elizita Maria Teófilo

Resumo


A condutividade elétrica da solução de embebição de sementes é um procedimento recomendado para avaliar o vigor de sementes de ervilha e sugerido para soja, porém, para outras espécies ainda não está bem estabelecido. A pesquisa foi desenvolvida com o objetivo de estudar métodos para avaliar o potencial fisiológico em sementes de feijão caupi, cultivar Setentão. Foram realizados os testes de germinação, primeira contagem de germinação, emergência de plântulas, índice de velocidade de emergência e de condutividade elétrica (CE). Para o teste de CE foram estudadas variações na temperatura (20; 25 e 30°C) e no tempo de embebição (2; 4; 8; 16; 20 e 24 horas). Os dados foram analisados pelo delineamento inteiramente casualizado, no esquema fatorial 4 x 6 (quatro lotes e seis períodos de embebição). Observou-se que, o tempo de embebição para o teste de CE pode ser reduzido para 16 horas. As temperaturas de 25 e 30°C foram as que melhor ordenou os lotes. Assim, concluiu-se que a condição mais adequada para o teste de CE é a utilização de 16 horas à temperatura de 30°C.

 


Palavras-chave


Vigna unguiculata, vigor, germination, temperature.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.