Doses e fontes de nitrogênio na recuperação das características estruturais e produtivas do capim-marandu

Douglas Ramos Guelfi-Silva, Kátia Aparecida de Pinho Costa, Valdemar Faquin, Itamar Pereira de Oliveira, Thiago Fernandes Bernardes

Resumo


A reconstituição da fertilidade do solo é um dos caminhos para se recuperar a capacidade produtiva da pastagem em degradação. A adubação nitrogenada é fundamental para o aumento da produção de forragem, principalmente, quando se trata da recuperação de pastagens. Diante disso, o objetivo do trabalho foi avaliar as características estruturais e o acúmulo de massa seca (MS) de lâminas foliares e colmos mais bainhas do capim-marandu de pastagem em estágio moderado de degradação, sob doses e fontes de nitrogênio (N), por três anos. O experimento foi conduzido de julho de 2003 a março de 2006, na Fazenda Modelo da Universidade Estadual de Goiás (UEG), em uma área de 882 m2, com parcelas de 20 m2 e área útil de 6 m2. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com três repetições. Os tratamentos nas parcelas foram caracterizados pelo fatorial 2 x 4, sendo duas fontes de N (sulfato de amônio e uréia) e quatro doses de N (0; 100; 200 e 300 kg ha-1 ano-1). Na subparcela, os tratamentos foram representados pelos anos (2004; 2005 e 2006), referentes ao tempo de recuperação da pastagem. A adubação nitrogenada foi parcelada em três aplicações, após cada corte de avaliação da forrageira. Os resultados obtidos mostraram que a adubação nitrogenada influenciou as características estruturais e o acúmulo de massa seca do capim-marandu, e, consequentemente, a sua recuperação. A dose de 300 kg ha-1 ano-1 de sulfato de amônio proporcionou maiores valores de altura de plantas, densidade de perfilhos e massa seca das lâminas foliares.


Palavras-chave


Urochloa brizantha; Adubação Nitrogenada; Sulfato de Amônio; Uréia

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.