Efeito da densidade de alojamento e do nível de energia metabolizável da ração sobre o desempenho zootécnico e características dos ovos de codornas japonesas

Irani Ribeiro Vieira Lopes, Maria de Fátima Freire Fuentes, Ednardo Rodrigues Freitas, Marcelo Borges Soares, Paula Silva Ribeiro

Resumo


Este experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar o desempenho e as características dos ovos de codornas japonesas (Coturnix coturnix japonica) criadas em diferentes densidades de alojamento e com dietas contendo diferentes níveis de energia metabolizável. Trezentas e doze codornas foram criadas em gaiolas medindo 33 x 23 x 16 cm e distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado, seguindo o arranjo fatorial 4 x 3, sendo quatro densidades de alojamento (94,9; 108,4; 126,5 e 151,8 cm2/ave) e três níveis de energia metabolizável (2.750, 2.900 e 3.050 kcal EM/kg), com quatro repetições. Não houve efeito significativo (P>0,05) da densidade de alojamento nem da interação entre os dois fatores sobre as variáveis estudadas. O nível mais alto de energia metabolizável da dieta, entretanto, causou redução significativa (P<0,05) no consumo de ração e aumento na densidade específica do ovo e na percentagem de casca. As demais variáveis não foram influenciadas (P>0,05) pelos níveis de energia das rações. Codornas japonesas na fase de postura podem ser alojadas em gaiolas com densidade de 94,89 cm2/ave e receberem rações com 2.750 kcal EM/kg, sem que sejam observados efeitos adversos na produção.


Palavras-chave


feed conversion, egg production and egg quality.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.