Emergência de plântulas de pequi (Caryocar coriaceum Wittm)

Maria Arlene Pessoa da Silva, Sebastião Medeiros Filho

Resumo


Objetivando avaliar a emergência de plântulas de Caryocar coriaceum (Caryocaraceae), oriundas de sementes de espécimes ocorrentes em áreas de cerradão na Chapada do Araripe, Crato, CE, conduziu-se um ensaio, no período de julho de 2002 a março de 2003, no Laboratório de Análises de Sementes, Departamento de Fitotecnia do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Ceará. Os testes de emergência foram realizados em canteiros contendo 50% de areia e 50% de solo, com unidades de dispersão (putâmens), escarificados e não escarificados e, submetidos à temperatura de 0oC por períodos de 0; 1; 2; 3 e 4 horas, com os tratamentos distribuídos em esquema fatorial 2x5. Os testes de emergência foram conduzidos em blocos ao acaso com 10 tratamentos e quatro repetições de 40 sementes cada. Realizou-se análise de variância, sendo as médias comparadas através do teste de Tukey a 5% de probabilidade. A absorção de água pelas sementes denotou um crescimento lento no intervalo de 24 horas, seguido de um crescimento acentuado a partir desse período, estabilizando-se a partir das 72 horas. A percentagem de emergência de plântulas de pequizeiro, foi baixa em todos os 10 tratamentos, contudo, as sementes submetidas a escarificação mecânica obtiveram um maior percentual de emergência, os resultados não foram alterados pela estratificação em baixa temperatura por diferentes períodos.


Palavras-chave


Araripe Plated, scarified, seeds, dispersion units.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.