Aplicação de ácido fúlvico em mudas influenciando o crescimento radicular e produtividade de alface americana

Elis Borcioni, Átila Francisco Mógor, Fernanda Pinto

Resumo


As substâncias húmicas são utilizadas na agricultura como promotoras do crescimento das plantas, especialmente do sistema radicular. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de diferentes doses de ácido fúlvico no crescimento e produtividade da alface americana, cultivar Raider Plus. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, com cinco tratamentos de ácido fúlvico 0; 1; 2; 4 e 8 ml L-1 e quatro repetições, aplicados no momento do transplante. Foram conduzidos dois experimentos simultaneamente, um experimento realizado em casa de vegetação, onde foram avaliados massa fresca e seca da parte aérea e radicular, comprimento e volume das raízes; e outro experimento realizado em campo, onde ao final do ciclo avaliou-se a massa fresca e seca da parte aérea, número de folhas, comprimento do caule e circunferência média da cabeça. A aplicação de diferentes doses de ácido fúlvico promoveu o crescimento das plantas de alface, em especial do sistema radicular. A emissão de raízes, com predominância, das de menor diâmetro, foi encontrada nas maiores concentrações de ácido fúlvico. O número de folhas e a circunferência média da cabeça expressaram respostas nas concentrações de ácido fúlvico.

Palavras-chave


Sistema orgânico; Substâncias húmicas; Lactuca sativa L.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, N. O. et al. Distribuição da massa molecular de ácidos húmicos e promoção do crescimento radicular. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 33, n. 6, p. 1613-1623, 2009.

CANELLAS, L. P. et al. Bioatividade de substâncias húmicas: ação sobre o metabolismo e desenvolvimento das plantas. In: CANELLAS, L. P.; SANTOS, G.A. Humosfera: tratado preliminar sobre a química das substâncias húmicas. Campos dos Goytacases ; UENF, 2005. p. 224-243.

CANELLAS, L. P. et al. Humic acids isolated from earthworm compost enhance root elongation, lateral root emergence, and plasma membrane H+-ATPase activity in maize roots. Plant Physiology, v. 130, n. 4, p. 1951-1957, 2002.

COSTA, C. P.; SALA, F. C. A evolução da alfacicultura brasileira. Horticultura Brasileira, v. 23, n. 1, jan./mar. 2005.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Brasília: Embrapa Produção de Informações; Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2006. 306 p.

FAÇANHA, A. R. et al. Bioatividade de ácidos húmicos: efeito sobre o desenvolvimento radicular e sobre a bomba de prótons da membrana plasmática. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 37, n. 9, p. 1301-1310, 2002.

HENZ, G. P.; SUINAGA, F. Tipos de alface cultivados no Brasil. Brasília: Embrapa Hortaliças, 2009. 7 p. (Comunicado técnico, n. 75).

HORTIBRASIL. Instituto Brasileiro de Qualidade em Horticultura. Programa brasileiro para a modernização da horticultura. Disponível em . Acesso em: 22 ago. 2010.

MALAVOLTA, E. et al. Adubos e adubações. São Paulo: Nobel, 2002. 200 p.

MARCHI, E. C. S. et al. Efeito da adubação orgânica sobre as frações de carbono de solos cultivados com alface americana. Ciência e Agrotecnologia, v. 32, n. 6, p. 1760-1766, 2008.

MINAMI, K. Produção de mudas de alta qualidade em horticultura. São Paulo: T. A. Queiroz, 1995, 128 p.

MUSCOLO, M. et al. Biological activity of humic substances is related to their chemical structure. Soil Science Society of America Journal, v. 71, n. 1, p. 75-85, 2007.

NARDI, S. et al. Physiological effects of humic substances on higher plants. Soil Biology and Biochemistry, v. 34, n. 11, p. 1527-1536, 2002.

NIBAU, C. et al. Branching out in new directions: the control of root architecture by lateral root formation. New Phytologist, v. 179, n. 3, p. 595-614, 2008.

QUAGGIOTTI, S. et al. Effect of low molecular size humic substances on nitrate uptake and expression of genes involved in nitrate transport in maize (Zea mays L.). Journal of Experimental Botany, v. 55, n. 398, p. 803-813, 2004.

REGHIN, M. Y. et al. Produtividade da chicória (Cichorium endivia L.) em função de tipos de bandejas e idade de transplante de mudas. Ciência e Agrotecnologia, v. 31, n. 3, p. 739-747, 2007.

RIMA, J. A. H. et al. Adição de ácido cítrico potencializa a ação de ácidos húmicos e altera o perfil protéico da membrana plasmática em raízes de milho. Ciência Rural, v. 41, n. 4, p. 614-620, 2011.

RODDA, M. R. C. et al. Estímulo no crescimento e na hidrólise de ATP em raízes de alface tratadas com humatos de vermicomposto: I - efeito da concentração. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 30, n. 4, p. 649-656, 2006.

ROSA, C. M. et al. Efeito de substâncias húmicas na cinética de absorção de potássio, crescimento de plantas e concentração de nutrientes em Phaseolus vulgaris L. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 33, n. 4, p. 959-967, 2009.

SEDIYAMA, M. A. N. et al. Nutrientes em compostos orgânicos de resíduos vegetais e dejeto de suínos. Scientia Agricola, v. 57, n. 1, p. 185-189, 2000.

SILVA, F. de A. S. e. ASSISTAT versão 7.6 beta: assistência estatística. Campina Grande: Universidade Federal de Campina Grande, Campus de Campina Grande-PB. Centro de Tecnologia e Recursos Naturais. Departamento de Engenharia Agrícola. Disponível em: . Acesso em: 20 fev.2011.

SILVA, I. R.; MENDONÇA, E. S. Matéria orgânica do solo. In: NOVAIS, R. F. et al. Fertilidade do solo. Viçosa, MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007. cap. 6, p. 275-374.

SILVA, R. M. et al. Desenvolvimento das raízes de azevém cultivado em solução nutritiva completa, adicionada de substâncias húmicas, sob condições de casa de vegetação. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 29, n. 6, p. 101-110, 2000.

SILVEIRA, E. B. et al. Pó de coco como substrato para produção de mudas de tomateiro. Horticultura Brasileira, v. 20, n. 2, p. 211-216, 2002.

TESSEROLI NETO, E. A. Biofertilizantes: Ccaracterização química, qualidade sanitária e eficiência em diferentes concentrações na cultura da alface. 2006. 52 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2006.

TRANI, P. E. et al. Produção de mudas de alface em bandejas e substratos comerciais. Horticultura Brasileira, v. 22, n. 2, p. 290-294, 2004.

TREVISAN, S. et al. Humic substances biological activity at the plant-soil interface: from environmental aspects to molecular factors. Plant Signaling & Behavior, v. 5, n. 6, p. 635-643, jun. 2010.

VILLAS BÔAS, R. et al. Efeito de doses e tipos de compostos orgânicos na produção de alface em dois solos sob ambiente protegido. Horticultura Brasileira, v. 22, n. 1, p. 28-34, 2004.

YURI, J. E. et al. Efeito de composto orgânico sobre a produção e características comerciais de alface americana. Horticultura Brasileira, v. 22, n. 1, p. 127-130, 2004.

ZANDONADI, D. B. et al. Indolacetic and humic acids induce lateral root development through a concerted plasmalemma and tonoplast H+ pumps activation. Planta, v. 225, n. 6, p. 1583-95, 2007.




Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.