Fermentação alcoólica de caldo de cana utilizando grãos de kefir

Anita Saraiva Dornelles, Sueli Rodrigues

Resumo


A principal matéria-prima utilizada no Brasil para fermentação alcoólica é a cana-de-açúcar e a levedura Saccharomyces cerevisae é o microrganismo mais utilizado na maior parte das destilarias. Entretanto, outros microrganismos são também capazes de produzir etanol utilizando matérias-primas açucaradas como substrato. Neste trabalho, é apresentado um estudo de viabilidade para produção de etanol através da fermentação alcoólica com grânulos de kefir utilizando caldo-de-cana como substrato. Os grãos de kefir são constituídos de uma microflora variada, tendo como principais constituintes bactérias do gênero lactobacilos e leveduras (Saccharomyces, Kluyermyces, Candida e Pichia). Estes grânulos são tradicionalmente utilizados para produção de leites fermentados de baixo teor alcoólico. A produção de bebidas alcoólicas através destes grânulos nunca foi estudada. Através de um planejamento fatorial, foi possível verificar a influência do teor de açúcar e massa de inóculo no rendimento em etanol para fermentações conduzidas com os grânulos de kefir e com o fermento de panificação (Saccharomyces cerevisae). Embora o fermentado obtido com o kefir tenha resultado em maiores teores de açúcar residual e menores teores de etanol e quando comparado com a fermentação com a levedura, o produto apresentou aroma diferenciado e agradável, sendo de potencial aplicação para produção de álcool potável (cachaça e aguardente de cana).


Palavras-chave


factorial planning, ethanol production and kefir.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.