Estudo da estabilidade da manteiga da terra em embalagem de sisal

Roselayne Ferro Furtado, Carlucio Roberto Alves, Patrícia de Freitas Oliveira

Resumo


A manteiga da terra é um produto com grande propensão a oxidação lipídica e que pode apresentar um tempo de prateleira curto se mantida em embalagens inadequadas. Este trabalho teve o objetivo de avaliar a influência da embalagem de sisal em relação ao desenvolvimento do processo de oxidação da manteiga da terra. Foram realizadas análises físico-químicas referentes ao teor de umidade, gordura, índice de peróxido e prova de Kreiss, segundo metodologias recomendadas pelo Ministério da Agricultura. A manteiga da terra produzida em laboratório apresentou 0,3% de umidade e 98,7% de lipídio. Os resultados das análises do índice de peróxido e prova de Kreiss indicaram que a embalagem de vidro transparente protegida em palha retardou o desenvolvimento da rancidez na manteiga da terra quando comparada à embalagem de vidro sem a proteção da palha.


Palavras-chave


“manteiga da terra”, packaging, physicochemical characteristics.

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.