Número de folhas associado com duplo anel e espigueta terminal em cultivares de trigo

Alencar Junior Zanon, Nereu Augusto Streck, Hamilton Telles Rosa, Lidiane Cristine Walter, Cleber Maus Alberto

Resumo


O objetivo deste trabalho foi determinar o número de folhas, representado pelo Estágio de Haun, no duplo anel e na espigueta terminal de cultivares de trigo com diferentes ciclos de desenvolvimento e cultivados em diferentes datas de semeadura. Um experimento de campo foi realizado em Santa Maria, RS, com 13 datas de semeadura ao longo de três anos (2005; 2006 e 2007). Foram utilizados seis genótipos de trigo com ciclos de desenvolvimento variando de precoce a tardio: BRS Louro, CEP 52, BRS 177, CEP 51, Nova Era e BRS Tarumã. O delineamento experimental utilizado foi blocos completos casualizados, com seis tratamentos (cultivares) e quatro repetições. Foram determinados os estágios início do perfilhamento, duplo anel (DA), espigueta terminal (ET) e o número final de folhas no colmo principal (NFF) e na data em que ocorreu o DA e a ET foi quantificado o número de folhas totalmente expandidas mais a fração decimal do comprimento da lâmina foliar da última folha (em expansão) em relação à penúltima folha (expandida), com os quais foi calculado o Estágio de Haun (HS). Os resultados indicam que o número de folhas no colmo principal, representado pelo HS, no duplo anel (HSDA) e na espigueta terminal (HSET) em trigo, varia com a cultivar (grupo de maturação) e com a data de semeadura. Práticas de manejo como a adubação nitrogenada e a aplicação de herbicidas hormonais podem ser melhoradas usando-se o HSDA e HSET ao invés do início do perfilhamento e elongação do colmo, respectivamente.

Palavras-chave


Trigo-adubação nitrogenada; Semeadura; Herbicidas

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.