Divergência genética entre linhagens de melão pele de Sapo

Glauber Henrique de Sousa Nunes, José Hamilton da Costa Filho, Derly José Henriques Silva, Pedro Crescêncio Souza Carneiro, Mara Suyane Marques Dantas

Resumo


Estudou-se a divergência genética entre linhagens de melão pele de Sapo, avaliadas em Mossoró-RN. Foram avaliadas vinte linhagens em um experimento em blocos casualizados com três repetições. A divergência genética foi avaliada por procedimentos multivariados: distância generalizada de Mahalanobis, método de agrupamento de otimização de Tocher e UPGMA. As características estudadas foram: número total de frutos, produtividade, peso médio dos frutos, diâmetro transversal, diâmetro longitudinal, índice de formato, cavidade interna, espessura da polpa, firmeza da polpa, teor de sólidos solúveis, concentração de colheita e perda de peso. Houve concordância parcial quanto à composição dos grupos formados pelos métodos de otimização de Tocher e UPGMA. As características que mais contribuíram para a divergência foram firmeza de polpa (20,69%) e sólidos solúveis (10,94%). A presença de variabilidade genética permitiu a identificação de cultivares dissimilares e com média elevada para as características estudadas. Os cruzamentos sugeridos no estudo da divergência genética foram: SA-13 x TH-03, SA-13 x TH-04, SA-13 x TH-05, SA-13 x TH-07, SA-13 x TH-09 e SA-13 x SA-17, TH-05 x TH-04, TH-05 x SA-10, TH-05 x SA-12, TH-05 x SA-14 e TH-05 x SA-14.

Palavras-chave


Cucumis melo; Escolha de genitores; Heterose; Cucumis melo - Variabilidade genética

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.