Manejo do solo e adubação nitrogenada na supressão de plantas daninhas na cultura do feijão de inverno e irrigado

Marion Martins Vincensi, Érica de Oliveira Araújo, Hamilton Kikuti, Marcos Antonio Camacho

Resumo


Objetivou-se avaliar diferentes plantas de coberturas do solo e a adubação nitrogenada na supressão de plantas daninhas na cultura do feijão de inverno e irrigado. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas, constituído por quatro blocos e quatro repetições. Nas parcelas foram utilizados manejos de cobertura de solo (milheto, crotalaria juncea, sem cobertura e vegetação espontânea). Nas subparcelas utilizou-se a presença e ausência de nitrogênio em cobertura no feijoeiro aos 20 DAE. Foram avaliadas as massas verdes e secas das plantas de coberturas antes da incorporação no solo. Após 35 dias da emergência do feijoeiro avaliou-se a massa seca, o número de espécie, número total de plantas daninhas por m2 e a porcentagem de incidência de plantas daninhas (observações visuais). Com base nos resultados o manejo do solo com crotalária conferiu maior supressão às plantas daninhas, devido à quantidade de massa no solo. A adubação nitrogenada em cobertura na cultura do feijão influenciou significativamente a produção de massa seca pelas plantas daninhas. A liberação acelerada do nitrogênio pela crotalária favorece a ocorrência e o estabelecimento de algumas espécies de plantas daninhas, conferindo alta competitividade por parte da planta daninha, e conseqüentemente favorecendo a produção de massa seca.


Palavras-chave


Phaseolus vulgaris L.; Nitrogênio; Manejo cultural de plantas daninhas

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.