Produção de fitomassa e acúmulo de nutrientes na parte aérea do sorgo de Guiné gigante

Gustavo Pavan Mateus, Émerson Borghi, Gustavo Spadotti Amaral Castro, Rodrigo Arroyo Garcia, Carlos Alexandre Costa Crusciol

Resumo


A escolha de espécies com elevada produção de fitomassa para utilização como plantas de cobertura no sistema de semeadura direta é extremamente importante em regiões de inverno seco. O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção de fitomassa e acúmulo de nutrientes na parte aérea das plantas de sorgo Guiné gigante (Sorghum bicolor subespécie bicolor raça guinea), semeados em diferentes épocas de semeadura. Foi utilizado um delineamento em blocos ao acaso, com seis tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos por seis épocas de semeadura (25/09/2000; 25/10/2000; 24/11/2000; 22/12/2000; 22/02/2001 e 03/04/2001). Por ocasião do florescimento das plantas, avaliou-se a produção de matéria seca, o número e diâmetro de colmos e a altura das plantas. Também foi determinado o teor e acúmulo de macro e micronutrientes, além da relação C/N. O ciclo das plantas diminuiu com o atraso da época de semeadura, e, conseqüentemente, a produção de matéria seca e a relação C/N também foram menores. Comportamento contrário foi observado para o teor de nutrientes. O sorgo de Guiné gigante é sensível ao fotoperíodo e, portanto, semeaduras mais tardias ocasionam diminuição do crescimento das plantas, produção de biomassa e acúmulo de nutrientes. Esta espécie consiste em uma boa opção para cultivo como planta de cobertura no sistema de semeadura direta devido a alta produção de fitomassa e ciclagem de N, P e K.

Palavras-chave


Sorghum bicolor; Época de semeadura; Planta de cobertura; Plantio direto

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.