Saldo de radiação diurno em dosséis de batata como função da radiação solar global

Arno Bernardo Heldwein, Ivan Carlos Maldaner, Leosane Cristina Bosco, Gustavo Trentin, Edenir Luis Grimm, Sidinei Zwick Radons, Dionéia Daiane Pitol Lucas

Resumo


Objetivou-se determinar a relação entre o saldo de radiação (Rn) e a radiação solar global incidente (Rg) sobre dosséis de plantas de batata em diferentes épocas de cultivo e fases de desenvolvimento para a geração de modelos lineares que representem essa relação. Os experimentos foram conduzidos na área experimental da Universidade Federal de Santa Maria, RS, nos anos de 2004 a 2007. O Rn foi medido acima do dossel de plantas de seis experimentos de batata e a Rg em uma estação meteorológica automática distante 30 a 80 m dos experimentos. Para fins de cálculo, foram efetuadas as somas do período diurno, de Rn e de Rg, obtendo-se a relação entre Rn e Rg para cada dia. Também foi estimado o índice de área foliar das plantas. Foram obtidos modelos com elevado coeficiente de determinação e baixa raiz do quadrado médio do erro no teste entre valores independentes medidos e estimados, indicando boa precisão para a estimativa do saldo de radiação em dosséis de batata, em função da radiação solar global, independentemente da época do ano. A função linear geral obtida com dados de diferentes anos, épocas de cultivo e genótipos não foi sensível ao índice de área foliar, resultando em: Rn = 0,6410 Rg (R2 = 0,976), que no teste apresentou RQME = 0,75 MJ m-2 dia-1. Conclui-se que o Rn pode ser estimado por meio da Rg medida nas estações automáticas com precisão suficiente para fins de modelagem.


Palavras-chave


Solanum tuberosum; Radiação disponível; Dossel de plantas; Saldo radiômetros

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.