Alterações químicas de um Neossolo Flúvico irrigado com águas salinas

Israel Venismare Cordeiro Gonçalves, Maria Betânia Galvão dos Santos Freire, Monaliza Alves dos Santos, Edivan Rodrigues de Souza, Fernando José Freire

Resumo


Com o objetivo de avaliar as alterações químicas de um Neossolo Flúvico do semiárido de Pernambuco cultivado com três cultivares de tomateiro e irrigado com água de dois valores de relação de adsorção de sódio (RAS) e seis de condutividade elétrica (CE) foi realizado um experimento em vasos de polietileno em delineamento em blocos ao acaso com arranjo fatorial 3 x 6 x 2 (três cultivares de tomateiro, seis valores de CE e dois de RAS) e quatro repetições. Os atributos estudados foram: CE, pH e RAS do extrato de saturação do solo, Ca2+, Mg2+, K+ e Na+ solúveis em função dos cultivares e da CE e RAS da água de irrigação. Os cultivares de tomateiro estudados não alteraram os atributos CE, pH, RAS, Ca2+, Mg2+ e Na+ do extrato de saturação do solo. O aumento da salinidade da água de irrigação incrementou a CE do extrato de saturação e os teores de Ca2+, Na+, Mg2+ e K+. A água com RAS de 20 (mmol L-1)0,5 promoveu aumento da RAS do extrato de saturação do solo.

Palavras-chave


Solos; Salinidade; Irrigação

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.