Ervas daninhas como hospedeiras alternativas de patógenos causadores do colapso do meloeiro

Rui Sales Junior, Odaci Fernandes de Oliveira, Érika Valente de Medeiros, Izabel Macedo Guimarães, Kamila Câmara Correia, Sami Jorge Michereff

Resumo


O colapso das ramas é uma importante doença do meloeiro (Cucumis melo) no Nordeste brasileiro. Entretanto, pouco se conhece sobre a importância das ervas daninhas como hospedeiras alternativas dos patógenos causadores do colapso dessa doença no meloeiro. Nesta pesquisa, as ervas daninhas prevalentes foram coletadas em quatro áreas de produção de melão no Nordeste brasileiro durante o período, entre duas estações consecutivas de cultivo e os fungos associados com o sistema radicular foram isolados em culturas puras. Foram coletadas ervas daninhas pertencentes a 16 espécies e 11 famílias botânicas. Dentre os fungos causadores de colapso em meloeiro, das raízes das ervas daninhas foram isolados Macrophomina phaseolina e Rhizoctonia solani. O primeiro fungo foi observado em todas as áreas e isolado de 13 espécies de ervas daninhas, nenhuma previamente registrada como hospedeira do fungo, enquanto o segundo foi detectado apenas em uma espécie botânica e uma área de cultivo. Portanto, o controle das ervas daninhas na entressafra é essencial para o sucesso no manejo do colapso das ramas do meloeiro quando M. phaseolina predomina entre os agentes causais.

Palavras-chave


Cucumis melo; Macrophomina phaseolina; Rhizoctonia solani; Patógenos radiculares

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.