Adubação de potássio em cobertura nos componentes de produção de cultivares de girassol

Sandra Catia Pereira Uchôa, Maria Elena de Almeida Ivanoff, José Maria Arcanjo Alves, Tocio Sediyama, Stéfanny Araújo Martins

Resumo


O potássio é um nutriente que afeta positivamente a produção de aquênios na cultura do girassol (Helianthus annuus L.) e o seu manejo adequado torna-se indispensável para o melhor aproveitamento desse elemento e menor impacto ambiental. A exigência nutricional entre cultivares da mesma espécie é distinta, mesmo sob condições semelhantes de cultivo. Objetivando avaliar os componentes de produção de três cultivares de girassol submetidas a diferentes doses de cobertura de potássio, foi realizado um experimento em Latossolo Amarelo distrocoeso na savana de Roraima. O delineamento estatístico foi o de blocos casualizados em esquema fatorial (3 x 5), com quatro repetições. Os tratamentos consistiram da combinação de três variedades (Agrobel 960, Agrobel 967 e Embrapa 122/V2000) e cinco doses de potássio em cobertura (0; 30; 60; 90 e 120 kg ha-1). Os efeitos das doses de K foram independentes dos efeitos das cultivares. O híbrido Agrobel 967 apresentou superioridade na produtividade de aquênios, produtividade de óleo e no teor de óleo em relação ao híbrido Agrobel 960 e a variedade Embrapa 122/V2000. A dose mais econômica de potássio em cobertura para produtividade de aquênio e produtividade de óleo foi de 74,5 e 80,1 kg ha-1, respectivamente. As produções máximas alcançadas pela adição de doses crescentes de K2O em cobertura foram de 2.038,3 kg ha-1 de aquênios, com 52,5% de óleo na semente e 1.079,3 kg ha-1 de rendimento de óleo.


Palavras-chave


Helianthus annuus L.. Produtividade de aquênio; Teor de óleo; Savana de Roraima

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.