Novo gene produzindo cotilédone verde em feijão-caupi

Francisco Rodrigues Freire Filho, Maurisrael de Moura Rocha, Valdenir Queiroz Ribeiro, Semiramis Rabelo Ramalho Ramos, Cristina de Fátima Machado

Resumo


O objetivo deste trabalho foi estudar a genética da cor verde do cotilédone da cultivar de feijão-caupi ‘Todo-verde’, utilizando dois grupos de cruzamentos. No primeiro grupo, a cultivar Todo-verde foi cruzada com as cultivares Bettergreen e Green Dixie Blackeye para realizar o teste de alelismo em relação ao gene gc (green cotyledon) presente nessas cultivares. No segundo, a cultivar Todo-verde foi cruzada com as cultivares BRSGuariba e BR2-Bragança para estudar a herança do caráter. Os cruzamentos foram realizados em casa-de-vegetação e o experimento de campo foi realizado sob cultivo irrigado por aspersão convencional, na Embrapa Meio-Norte, em Teresina, Piauí, no ano de 2004. O delineamento experimental foi o de blocos aumentados, com quatro repetições. Os parentais constituíram os tratamentos comuns e as demais gerações os tratamentos regulares. Foi usado o teste do X2 para a análise dos dados. O teste de alelismo indicou que o gene que condiciona o cotilédone verde na cultivar Todo-verde não é alelo do gene que produz cotilédone verde nas cultivares Bettergreen e Green Dixie Blackeye. O estudo da herança indicou que a cor verde na cultivar Todo-verde é um caráter monogênico recessivo. Foram sugeridos para esse gene o nome green cotyledon-2 e o símbolo gc-2.


Palavras-chave


Vigna unguiculata, Allelism test, Green seed

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.