Cobertura retrátil no crescimento de mudas clonais de eucalipto

Glauciana da Mata Ataíde, Renato Vinícius Oliveira Castro, Caroline Guieiro Correia, Ana Flávia Neves Mendes Castro, Reynaldo Campos Santana

Resumo


O sucesso na implantação de povoamentos florestais depende, em grande parte, do desempenho das mudas em resposta às variações no ambiente do viveiro. Objetivou-se, neste trabalho, avaliar o crescimento e a qualidade de mudas clonais de eucalipto em resposta à utilização de cobertura retrátil nos canteiros de crescimento. O experimento foi conduzido no período de abril a julho de 2008, constituindo-se de um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 6, em dois ambientes (com cobertura retrátil e sem cobertura retrátil) e seis diferentes materiais genéticos. Foram avaliadas as características altura da parte aérea, diâmetro do colo e pesos de matéria seca de raízes, parte aérea e total das mudas. Os resultados indicaram que a utilização de cobertura retrátil influenciou positivamente no crescimento de mudas clonais de eucalipto, as quais exibiram maiores médias de altura e incremento em biomassa de raízes e total para a maioria dos clones testados, o que contribuiu para o desenvolvimento das plantas, que apresentaram qualidade satisfatória aos 55 dias.

Palavras-chave


Eucalipto; Mudas-qualidade; Parâmetros morfológicos; Engenharia florestal

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.