Flutuação populacional de pulgão e cochonilha em cultivares diferentes de algodoeiro herbáceo

Roselayne Ferro Furtado, Fanuel Pereira da Silva, Ervino Bleicher

Resumo


O pulgão e a cochonilha são insetos sugadores que podem atacar o algodoeiro do início ao final do ciclo de vida da cultura. Este trabalho teve o objetivo de acompanhar a flutuação populacional de pulgão, Aphis gossypii Glover, 1877, (Hemiptera, Aphididae) e cochonilha, Planoccoccus sp. (Hemiptera: Pseudococcidae) em cultivares diferentes de algodoeiro herbáceo cultivado nas condições edafoclimáticas de Fortaleza-CE. Foram realizadas observações semanais onde o número de plantas infestadas com pelo menos uma colônia das espécies foi anotado. A presença do afídeo no campo foi constada no 20º dia após a emergência das plantas e a infestação começou a diminuir a partir do 41º dia. As cochonilhas foram verificadas cerca de 48 dias e a partir do 85º dia a infestação foi diminuindo. Os resultados mostraram que os pulgões apresentaram como período de infestação os primeiros 60 dias de vida das plantas, enquanto a infestação de cochonilha ocorreu entre o 50º e 100º dia.


Palavras-chave


Aphis gossypii, Planococcus sp., Gossypium hirsutum, infestation

Texto completo:

PDF


Revista Ciência Agronômica ISSN 1806-6690 (online) 0045-6888 (impresso), Site: www.ccarevista.ufc.br, e-mail: ccarev@ufc.br - Fone: (85) 3366.9702 - Expediente: 2ª a 6ª feira - de 7 às 17h.